Com 15 dispensas e sete contratações, Ponte Preta reformula categoria sub-20

Desempenho da Macaca deixou a desejar no Campeonato Paulista e no Campeonato Brasileiro

por Lucas Rossafa

Campinas, SP, 01 (AFI) - Após desempenho ruim no Campeonato Paulista e no Campeonato Brasileiro, a Ponte Preta promoveu grande reformulação no sub-20.

Além da contratação do treinador Sandro Forner, durante o mês de agosto, sete novos atletas chegaram para o sub-20, enquanto outros 15 foram dispensados.

"Em nossa avaliação, o desempenho no Campeonato Paulista e, especialmente, no Brasileiro, ficou aquém do potencial da Ponte Preta. Bem abaixo do esperado. Trouxemos o Forner, que, além de ex-técnico do profissional do Coritiba, foi auxiliar do André Jardine, hoje na Seleção Olímpica", pontuou Fábio Barrozo, coordenador geral das categorias de base alvinegras.

"Os últimos três jogos do Brasileiro ficaram como laboratório para observarmos quais jogadores vão permanecer para o ano que vem, inclusive com possibilidade de novas dispensas", emendou.

Fábio Barrozo é o responsável por reformular as categorias de base da Ponte - Álvaro Júnior / PontePress
Fábio Barrozo é o responsável por reformular as categorias de base da Ponte

CAIU NA REAL

O dirigente também explica que o 'choque de gestão' foi necessário para que houvesse melhora considerável no desempenho da equipe.

"É preciso notar que antes, do inicio do Paulista, perdemos seis jogadores titulares: o goleiro Yago e o volante Xavier, ambos negociados com o Corinthians, bem como Abner, Matheus Alexandre, Vinicius Zanocelo e Camilo, que subiram ao profissional", comentou.

"No decorrer do Brasileiro, perdemos mais três: Walysson e Jhon Kleber, também negociados com o Corinthians, e o atacante Julinho, que foi para os Emirados Árabes".

AO MERCADO

Com isso, de acordo com Barrozo, Ponte teve que ir com uma certa urgência atrás de nove peças de reposição já com os campeonatos em andamento

"Infelizmente, os jogadores contratados, por motivos diferentes, não encaixaram e não corresponderam às expectativas. Na Ponte, queremos jogadores que estejam comprometidos com o trabalho e que tenham o DNA do clube, o qual é de entrega, raça e muita luta", afirma.

Desta forma, sete peças já chegaram ao time: o lateral Yan (Coritiba), o meia Alex Girolli (Coritiba), o atacante João Veras (XV de Piracicaba), o volante Bryan (Chapecoense), o lateral Sandro (Santos), o atacante Gabriel (São Bernardo) e o meia Miguel Palacios (Jorge Wilsterman - Bolívia).

Sub-20 da Ponte Preta tem temporada abaixo do esperado - Gilvan de Souza / Flamengo
Sub-20 da Ponte Preta tem temporada abaixo do esperado

"Acreditamos que estes atletas são tecnicamente de bom nível e demonstrarão em campo todo o comprometimento exigido pela nossa comissão técnica. Também teremos em breve a subida de atletas sub-17, que vêm fazendo uma ótima campanha no Campeonato Paulista da categoria", comenta.

"Mesclando experiência de jogadores mais rodados com o vigor e a juventude, alinhados com uma comissão técnica de alto nível, esperamos representar bem a Ponte Preta na Copa São Paulo do ano que vem", finaliza Barrozo.