Ferroviária 0 x 0 Bragantino - Locomotiva respira aliviada com permanência na elite

O time grená não pode ser alcançado por pelo menos dois times que estão atrás na tabela de classificação

por Agência Futebol Interior

Araraquara, SP, 08 (AFI) - A Ferroviária garantiu a permanência na elite do Campeonato Paulista de 2019 mesmo com um empate sem gols diante do Bragantino, na tarde desta quinta-feira, na Arena Fonte Luminosa, pela penúltima rodada.

Na lanterna do Grupo C, com 12 pontos, a Ferroviária não pode ser ultrapassada pelo Santo André e também por Linense ou Mirassol, que se enfrentam na última rodada e têm nove e 11 pontos, respectivamente. Já o Bragantino perdeu a chance de assumir a vice-liderança do Grupo A e é o terceiro colocado, com 16.

Na última rodada, marcada toda para as 17 horas deste domingo, a Ferroviária apenas cumpre tabela contra a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli, em Campinas. Já o Bragantino recebe o São Caetano no Nabi Abi Chedid e, para se classificar, precisa vencer e torcer para um tropeço do Ituano diante do Palmeiras, em Itu.

A Ferroviária não conseguiu passar pela marcação do Bragantino (Foto: Beto Boschiero/Ferroviária)
A Ferroviária não conseguiu passar pela marcação do Bragantino (Foto: Beto Boschiero/Ferroviária)

DESTAQUES
Presente em vários jogos do estadual, a promoção Futebol Sustentável foi aderida pela Ferroviária para essa partida, onde o torcedor grená pôde trocar duas garrafas Pet de qualquer tamanho por um ingresso.

A partida foi transmitida ao vivo pela Rádio Futebol Interior em cadeia com a Rádio Bragança AM, de Bragança Paulista. A Rádio Cultura AM, de Araraquara, também trouxe tudo deste confronto.

PRIMEIRO TEMPO MORNO
Na briga contra o rebaixamento e jogando em casa, a Ferroviária começou em cima do Bragantino e assustou logo aos dois minutos. Hygor recebeu na linha de fundo e cruzou rasteiro. Léo Castro chegou batendo de primeira, mas foi travado por Lázaro. Os torcedores reclamaram de um pênalti não marcado em Luan.

O Bragantino se defendia muito bem e procurava surpreender o adversário no contra-ataque. Na melhor oportunidade até então, Moacir finalizou rasteiro, Léo Castro desviou de letra e a bola passou raspando a trave de Alex Alves. Aos 35, o aatacanteou tentou de fora da área e assustou o goleiro alvinegro.

O lateral Diogo Mateus foi o jogador mais perigoso da Ferroviária na partida (Foto: Beto Boschiero/Ferroviária)
O lateral Diogo Mateus foi o jogador mais perigoso da Ferroviária na partida (Foto: Beto Boschiero/Ferroviária)

Alguns torcedores presentes na Arena Fonte Luminosa já mostravam irritação com os erros de passe. Na última chance no primeiro tempo, Ygor recebeu dentro da área e rolou para Léo Castro, que bateu de primeira em cima de Alex Alves.

NADA DE GOLS
Não satisfeito com o sistema ofensivo, o técnico PC de Oliveira trocou Léo Castro por Eliandro no intervalo. Aos 14 minutos, Diogo Mateus cobrou falta com capricho por cima da barreira e Alex Alves foi buscar no ângulo, espalmando para escanteio.

Na sequência, Diogo Mateus exigiu mais uma boa defesa do goleiro alvinegro. O Bragantino respondeu em dois lances. No primeiro, Vitinho chutou forte e Tadeu espalmou para longe. Depois, Guilherme Mattis subiu na primeira través após cobrança de escanteio e cabeceou na trave.

Principal arma da Ferroviária, Diogo Mateus mandou para fora cobrança de falta. Aos 41 minutos, Elvis aproveitou bola mal tirada pela zaga alvinegra e finalizou na rede pelo lado de fora.

Ficha Técnica

Fase
Fase de Grupos
Rodada
11ª rodada
Data
08/03/2018
Horário
17h00
Local
Arena Fonte Luminosa - Araraquara (SP)
Árbitro
Vinicius Furlan

Renda
R$ 20.935,00
Assistentes
Herman Brumel Vani e Fabio Rogerio Baesteiro

Público
3.040 pagantes
Cartões Amarelos
Bragantino: Fabiano

Ferroviária
Tadeu;
Alisson, Patrick, Luan e Diogo Mateus;
Bruno Silva, Moacir e Velicka (Elvis);
Léo Castro (Eliandro), Hygor e Welinton Júnior (Misael).
Técnico: PC Oliveira
Bragantino
Alex Alves;
Ewerton, Lázaro, Guilherme Mattis e Fabiano;
William Schuster, Adenilson e Vitinho (Anderson Ligeiro);
Léo Jaime (Ítalo), Miguel e Gerley (Danilo Bueno).
Técnico: Marcelo Veiga
 
 
" />