José Mourinho é favorito para assumir o PSG de Neymar segundo casas de apostas

Com esta obsessão, o catari busca um técnico capaz de assumir tamanha responsabilidade e pressão junto a um time de estrelas

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 12 (AFI) - A vida de treinador de futebol não é nada fácil. Se já não bastasse ser complicado manter o próprio cargo quando o time não vai bem, imagine quando o seu clube lidera o campeonato local, possui o melhor ataque da Europa, está vivíssimo na competição que lhe falta e, para finalizar, conta com um futebol vistoso? Bom, esta é a situação de Unai Emery, comandante do Paris Saint-Germain e que está na corda bamba, apesar da liderança com folga na Ligue 1 e seguir na Liga dos Campeões.

Quem surge como principal ameaça ao espanhol é o multicampeão e irreverente José Mourinho, especulado a cada semana no time parisiense. Será verdade? Quanto valeria a ida do treinador português para a França? Dá só uma olhada nos odds e nas possibilidades de um novo técnico no Paris através das apostas de futebol do OddsShark.com.

José Mourinho é favorito para assumir o PSG de Neymar segundo casas de apostas
José Mourinho é favorito para assumir o PSG de Neymar segundo casas de apostas

Special One
Se nem o presidente Nasser Al-Khelaifi descartou a chegada de um novo técnico ao final da temporada 2017/2018 é porque tem um “pingo de verdade” nesta especulação. Depois de ter Carlo Ancelotti, Laurent Blanc e agora Unai Emery, o manda-chuva do PSG ainda não encontrou o responsável por mudar o status de sua equipe, de campeã francesa para dona da Europa. E para dominar o Velho Continente é necessário ganhar a Liga dos Campeões, competição que ainda não foi vencida pelos parisienses.

Com esta obsessão, o catari busca um técnico capaz de assumir tamanha responsabilidade e pressão junto a um time recheado de estrelas. E nada mais justo do que pensar em José Mourinho, que possui um currículo invejável e sabe como é triunfar – foi campeão com o Porto e com a Inter de Milão – no principal torneio da Europa.

Atualmente no Manchester United, o Special One tem feito um trabalho consistente na equipe. Em seu primeiro ano, o português conquistou a Copa da Liga Inglesa e ainda a Liga Europa. Agora, luta contra o imparável Manchester City na Premier League e ainda está nas oitavas de final da Liga dos Campeões.

A situação de Mourinho é tranquila na Inglaterra, mas o fato de o PSG buscar um técnico vencedor para “domar” um elenco com nomes como Neymar, Cavani, Mbappé e Di María, e, é claro, oferecer um caminhão de dinheiro, pode mudar rapidamente a vida confortável do multicampeão em Manchester.

A especulação tem ganhado força a cada dia e tanto é que Mourinho surge como a primeira opção do Paris de acordo com o OddsShark.com. A cotação do luso para assumir o PSG ao final da temporada é de R$ 5,00 para cada real investido. Diego Simeone, do Atlético de Madrid, vem logo atrás, com R$ 7,00.

O contrato
Para tirar José Mourinho do Manchester United, o PSG teria que pagar uma multa rescisória de 24 milhões de libras, o que convenhamos, não é nada para Nasser Al-Khelaifi, que como sabemos, gastou recentemente 222 milhões de euros com Neymar.

Rival na parada
Mourinho é o favorito para dirigir o PSG, mas tem gente de olho numa das posições mais desejadas do futebol mundial. De acordo com a mídia britânica, um dos concorrentes do Special One é Antonio Conte, atual treinador do Chelsea e campeão da Premier League 2016/2017. Desafeto de Mourinho, o italiano é um dos nomes fortes na briga pelo comando técnico do time parisiense. Sua cotação, por exemplo, é de R$ 9,00 segundo o OddsShark.com, mesma taxa de Arsene Wenger, que ao que parece, não deve deixar o Arsenal “na mão”.

Pesa a favor de Conte a sua insatisfação com a diretoria dos Blues, que tem sido bastante econômica em termos de contratações durante a temporada. O resultado pode ser visto na tabela de classificação da Terra da Rainha, onde o time de Londres está em terceiro, 16 pontos atrás do líder Manchester City. Se Roman Abramovich, mandatário do time londrino, não abrir o cofre, as chances de o italiano saírem são bem grandes.

Insatisfação
Apesar da vice-liderança na tabela da Premier League e a gastança com jogadores desde que chegou ao clube – são mais de 300 milhões de euros em reforços -, o técnico português não se dá por satisfeito. Principalmente ao ver o rival da cidade de Manchester, que é comandado por seu inimigo Pep Guardiola, liderando com tranquilidade – 15 pontos de diferença para os Diabos Vermelhos - a competição local.

Antonie Griezmann, do Atlético de Madrid; N’Golo Kante, do Chelsea; Alexis Sánchez, do Arsenal; e Thomas Lemar e Fabinho, do Monaco, são algumas das peças pedidas pelo atual comandante. Mas entre pedir e contratar são duas coisas bem distintas, não é?! Agora, as “cartas” estão com a diretoria do United. Aguardemos!

 
 
" />