Flamengo volta aos treinos e apresenta esquema de segurança para jogo de quarta

Os titulares da vitória por 2 a 0 contra a Chape fizeram um trabalho regenerativo, enquanto o restante do elenco foi para o gramado

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 10 - Dois dias depois de bater a Chapecoense por 2 a 0, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro, o Flamengo voltou aos treinos nesta segunda com novo foco. Na quarta-feira, a equipe inicia a disputa por uma vaga na decisão da Copa do Brasil diante do Corinthians, no Maracanã.

Nesta segunda, os titulares fizeram trabalho regenerativo na parte interna do Ninho do Urubu, enquanto o restante do elenco foi ao gramado para um treino tático e uma atividade em campo reduzido. De acordo com a assessoria do clube, Lincoln e Berrío foram os destaques do dia.

Mauricio Barbieri comandou, nesta segunda feira, o treinamento em espaço reduzido (Foto: Divulgação/Flamengo)
Mauricio Barbieri comandou, nesta segunda feira, o treinamento em espaço reduzido (Foto: Divulgação/Flamengo)

PREPARAÇÃO PARA O CLÁSSICO
Enquanto em campo os jogadores trabalhavam visando o Corinthians, fora dele o clube se preparava para dar as melhores condições possíveis à torcida que vai ao Maracanã acompanhar a partida. Diante de um clássico deste tamanho e importância, o Flamengo apresentou o esquema de segurança para quarta-feira.

"Nada aqui foi inventado. É resultado de estudos e dos trabalhos efetuados nos jogos anteriores. O torcedor vai ao estádio e não tem noção do trabalho que foi pensado aqui antes.

Quando o torcedor está se divertindo, nós estamos trabalhando. Todos têm sua parte para o sucesso do evento. São diversas equipes. Não se trata de abrir os portões, acontecer o jogo e fechar tudo. É uma oportunidade que temos para divulgar as informações e tirar as dúvidas. Queremos atingir o maior número de pessoas para facilitar a todos", declarou o gerente de operações do clube, Severino Braga.

ESQUEMA DE SEGURANÇA
De acordo com o Flamengo, o duelo de quarta é considerado de auto risco pelas autoridades. Por isso, serão deslocados para os arredores do Maracanã 1.600 oficiais, entre Polícia Militar, Guarda Municipal e segurança privada. Diversas vias próximas ao estádio serão fechadas duas horas antes do apito inicial e só poderão passar por elas torcedores com ingressos em mãos.

 
 
" />