Catarinense: Tetracampeão mundial não é mais dirigente do Criciúma

Ricardo Rocha foi anunciado em dezembro como assessor de futebol do Tigre, mas durou pouco mais de três meses

por Agência Futebol Interior

Criciúma, SC, 13 (AFI) - As mudanças no departamento de futebol do Criciúma continuam a todo vapor. Depois das chegadas de João Carlos Maringá (executivo de futebol) e Gilson Kleina (treinador) para os lugares de Nei Pandolfo e Doriva, respectivamente, a diretoria anunciou a saída de Ricardo Rocha.

Tetracampeão mundial pela Seleção Brasileira em 1994, Ricardo Rocha chegou ao Tigre em dezembro do ano passado para ser assessor de futebol. O contrato tinha duração até o fim de 2019, mas a passagem do ex-zagueiro pelo Criciúma durou pouco mais de três meses.

O tetracampeão mundial Ricardo Rocha deixou o Criciúma após pouco mais de três meses
O tetracampeão mundial Ricardo Rocha deixou o Criciúma após pouco mais de três meses
"O Criciúma Esporte Clube comunica de forma oficial o desligamento de Ricardo Rocha, que ocupava a função de assessor de futebol do clube, através de sua empresa. O encerramento do contrato foi feito em comum acordo entre as partes envolvidas", anunciou o Tigre em nota postada no site oficial, completando:

""O Criciúma, em nome da diretoria, agradece a Ricardo Rocha pelo profissionalismo e dedicação durante o período a serviço do clube e deseja sucesso nos próximos desafios".

O início ruim na temporada fez a diretoria do Criciúma realizar mudanças no departamento de futebol. O Tigre está na sexta colocação do Campeonato Catarinense, com 14 pontos em 12 jogos. Faltando seis rodadas para o final da fase classificatória, a diferença para o G4 é de seis pontos e sete para a zona de rebaixamento.