Xii! Ação pode determinar saída de artilheiro de time da Série B

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 11 (AFI) – O Coritiba pode perder uma de suas principais peças em busca do acesso para a elite do Campeonato Brasileiro. O atacante Ariel está com seu futuro indefinido e uma ação na Justiça pode determinar a saída do jogador.

Confira:
Ponte em busca de um camisa 9 e ex-Timão pode ser a solução

Quando foi contratado pelo Coxa, o argentino assinou contrato de cinco anos, mas segundo a legislação brasileira é permitido que a duração de um estrangeiro tenha duração máxima de dois anos. Por isso, a intenção é entrar em acordo com Ariel para que ele permaneça no clube.

Porém, o atacante ainda não revelou o que pretende fazer em seu futuro, mas o certo é que alguns clubes do Brasileirão já demonstraram interesse em sua contratação, como Palmeiras, Fluminense e Atlético-GO. Assim, quando seu contrato for expirado, em agosto, ele estará livre para negociar.

A diretoria do Coxa também parece não estar tão animada com a permanência do atacante no Couto Pereira para a sequência da temporada. Segundo o diretor jurídico Gustavo Nadalin, não existe nenhum contrato que obrigue o argentino a seguir no clube.

“Não tem juiz, não tem Justiça do Trabalho, não tem cláusula contratual que obrigue o atleta a ficar no clube, mas ele, depois, tem que arcar com as conseqüências”, afirmou o dirigente, que prometeu valorizá-lo se o contrato for renovado.

Ariel é considerado um dos principais jogadores do Coritiba nas duas últimas temporadas e também é um dos ídolos dos torcedores.

Acompanhe o Futebol Interior também através do twitter