Copa do Brasil: Santos leva melhor sobre o Vasco em duelos mata-mata

Ao todo, são 43 vitórias cariocas, contra 41 vitórias paulistas, além de 37 duelos que terminaram empatados

por Luiz Carlos Éden

Sorocaba, SP, 17 (AFI) - Em duelo entre alvinegros, o Santos recebe o Vasco na noite desta quarta-feira (17), às 19h15, no Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP), pelo jogo de ida da quarta fase da Copa do Brasil. A volta acontece no mesmo horário da outra quarta-feira, dia 24 de abril, no Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ).

Quem passar avança para as oitavas de final e recebe a cota de R$ 2,5 milhões da CBF. Para chegar até aqui, o time do técnico Jorge Sampaoli eliminou o Altos-PI, América-RN e Atlético-GO, enquanto o Cruzmaltino, que é treinado por Alberto Valentim, deixou para trás o Juazeirense-BA, Serra-ES e Avaí-SC.

MUITA EMOÇÃO!
Na história, as duas agremiações já se enfrentaram em 121 oportunidades, com retrospecto levemente favorável para o clube carioca. São 43 vitórias do Vasco, contra 41 vitórias do Peixe, além de 37 duelos que terminaram empatados. O time paulista leva vantagem em gols assinalados: 193 contra 185 do Cruzmaltino. Com 1xbet Portugal você tem todas as emoções da Copa do Brasil.

Foto: Divulgação / Vasco da Gama
Foto: Divulgação / Vasco da Gama

FREGUÊS?
Porém, o Santos leva melhor sobre o Vasco em confrontos eliminatórios. Até aqui, eles se enfrentaram quatro vezes em jogos mata-mata, sendo que em três deles o Peixe eliminou o Gigante da Colina.

NA CDB...
Esta será a segunda vez que as duas equipes se enfrentam pela Copa do Brasil. Na edição de 2016, pelas oitavas de final do torneio, o Peixe eliminou o time vascaíno depois de vencer por 3 a 1, gols de Ricardo Oliveira, Renato e Lucas Lima, o jogo de ida na Vila Belmiro e depois na volta arrancar um empate por 2 a 2, em São Januário.

EM 2018
No último confronto entre os clubes, houve empate por 1 a 1, no Pacaembu, em São Paulo (SP), pela 27ª rodada do Brasileirão do ano passado. Diego Pituca fez para o Peixe, no primeiro tempo, e Andres Rios fez o tento vascaíno, na segunda etapa.