Red Bull Brasil x Ferroviária - Para voltar à final, Toro Loko desafia atual campeã

Duas vezes campeã do torneio (2006 e 2017), a Ferroviária está a caminho da sua quarta final de Copa Paulista. O Red Bull tem uma final

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 08 (AFI) - Com o objetivo de voltar à final da Copa Paulista, Red Bull Brasil e Ferroviária se enfrentam neste domingo pelo jogo de ida da semifinal do torneio. O duelo, entre o desafiante campineiro e a atual campeão, acontecerá às 11h, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

Duas vezes campeã do torneio (2006 e 2017), a Ferroviária está a caminho da sua quarta final de Copa Paulista. O Red Bull Brasil tem uma final na conta, em 2010, quando perdeu para o Paulista. No ano passado, o título afeano veio em cima da Inter de Limeira.

Este jogo vai ter a transmissão ao vivo da Rádio WEB FUTEBOL INTERIOR, com narração do 'garotinho' Mário Celso, comentários de Marcelo Corsato, reportagens de Elson Mariano e plantão do PLACAR AO VIVO com Carlos Corsato. Nas Redes Sociais Giovane Paiola. A transmissão começa às 10h40.

OBJETIVO E CAMPANHAS
Uma chegada à final da Copa Paulista significa também uma vaga na próxima Copa do Brasil ou no próximo Campeonato Brasileiro Série D. O campeão decidirá de qual deseja participar, deixando o que sobrar para o vice.

Por ter melhor campanha no decorrer do torneio, a Ferroviária decidirá em casa o jogo de volta, que acontece na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara, às 16h do domingo, dia 18 de novembro. Em caso de empate em pontos e saldo de gols ao final dos dois jogos, a vaga na final será decidida nos pênaltis.

Red Bull Brasil e Ferroviária se enfrentaram na primeira fase e empataram os dois jogos por 1 a 1
Red Bull Brasil e Ferroviária se enfrentaram na primeira fase e empataram os dois jogos por 1 a 1

DUAS SUSPENSÕES
Pela primeira vez nesta edição da Copa Paulista, o Red Bull Brasil terá que lidar com desfalques por suspensão. Claudinho e Éder foram expulsos na vitória por 3 a 2 sobre o Mirassol e cumprirão suspensão automáticas.

Como Éder é reserva, Antônio Carlos Zago precisará apenas achar um substituto direto para a vaga de Claudinho. Os dois foram expulsos após o apito final. Éder foi punido por ofensasa adversários já no túnel, enquanto Claudinho foi expulso por trocar socos e empurrões com adversários.

QUASE COMPLETO
Sem jogadores suspensos, a Ferroviária terá um retorno ao time titular e algumas novas opções no banco de reservas. Volta certa é a do atacante Felipe Matheus, que cumpriu suspensão na última partida e volta a ficar à disposição.

Já o atacante Tom, artilheiro da equipe, está recuperando de uma lesão muscular na coxa, mas ainda segue em período de readequação da forma física, então fica como opção no banco de reservas. Também na frente, Maicon, que sofria com dores musculares, ficará à disposição. Com isso, o treinador não terá desfalques por lesão ou suspensão.

Ficha Técnica

Fase
Semifinal
Rodada
1ª rodada
Data
11/11/2018
Horário
11h00
Local
Moisés Lucarelli - Campinas (SP)
Árbitro
Lucas Canetto Bellote

Renda
R$ 1.990,00
Assistentes
Anderson José de Moraes Coelho e Daniel Paulo Ziolli

Público
388 pagantes
Cartões Amarelos
Red Bull Brasil: Léo Castro, Jobson
Ferroviária: Lucas Douglas

Gols
Ferroviária: Jorge Eduardo 1' 1T, Felipe Ferreira 20' 1T
Red Bull Brasil
Júlio César;
Lucas Urias (Renan Areias), Anderson Marques, Douglas e Cícero (Luís Felipe);
Jobson, João Denoni, Eduardo e Léo Castro (Gustavo Vasconcellos)
Ytalo e Carlos Renato.
Técnico: Antônio Carlos Zago
Ferroviária
Gabriel Leite;
Vinícius, Elton, Gualberto e Arthur;
Higor, Jorge Eduardo (Felipe Sena) João Cleriston (Caique) e Léo Arthur (Lucas Douglas);
Caio e Felipe Ferreira.
Técnico: Vinícius Munhoz
 
 
" />