Por problemas meteorológicos, CSA perde voo em Chapecó e atrasa retorno para Maceió

Após derrota diante da Chapecoense, Azulão enfrenta dificuldades na volta ao Nordeste

por Agência Futebol Interior

Maceió, AL, 05 (AFI) - Horas depois de ser derrotado pela Chapecoense e ver o rebaixamento à segunda divisão se confirmar, o CSA ganhou nova dor de cabeça: a logística de retorno para casa.

Logo nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira, a delegação do Azulão viu o voo de Chapecó para Guarulhos ser cancelado e, fatalmente, perdeu a conexão para Maceió.

A justificativa é que o Aeroporto Serafim Enoss Bertaso, no oeste catarinense, amanheceu sob neblina, vetando qualquer possibilidade de pousos ou decolagens.

Aeroporto Serafim Enoss Bertaso amanheceu sob neblina - Matheus Pimenta / CSA
Aeroporto Serafim Enoss Bertaso amanheceu sob neblina

O elenco deixa o sul do pais às 21h30, com destino a São Paulo, onde se hospeda num hotel. O embarque para a capital de Alagoas está agendado para 7h20 desta sexta-feira.

AGORA?

Já rebaixado à segunda divisão nacional, o CSA apenas cumpre tabela na última rodada, quando fecha participação diante do São Paulo, no Estádio Rei Pelé, no próximo domingo, 8, a partir das 16h.

Com sete derrotas nos últimos oito jogos do Brasileirão, o clube de Maceió ocupa o 18º lugar com 32 pontos.