Sinop-MT 0 x 2 Aparecidense-GO - Camaleão bate Galo e assume liderança do Grupo A11

A diretoria do time mato-grossense anunciou a contratação do técnico Rogério Mancini

por Jorge Maciel - Futebolpress

Sinop, MT, 13 (AFI) - Sob comando interino, o Sinop viu sua defesa ser vazada pela primeira vez no Campeonato Brasileiro da Série D, perdeu a invencibilidade e a liderança do Grupo A11 na noite deste domingo ao ser derrotado pela Aparecidense, por 2 a 0, no Estádio Gigante do Norte, pela quarta rodada.

Com a primeira derrota, o Sinop foi ultrapassado pela Aparecidense, que está na liderança do Grupo A11 graças ao saldo de gols (2 contra 1). Os dois times estão com sete pontos, três a mais que Ceilândia e Novo-MS.

O JOGO

O Sinop buscou o gol logo no início, mas a precipitação atrapalhava na hora da finalização. Aos poucos, a Aparecidense equilibrou o jogo e por muito pouco não abriu o placar com uma cabeçada de Nonato, que estava livre. Em contra-ataque, o atacante Juazeiro se atrapalhou e perdeu a chance de colocar os donos da casa na frente.

No segundo tempo, o Sinop não voltou bem e viu Cabralzinho ser expulso aos 22 minutos após levar o segundo cartão amarelo. Com um homem a mais, a Aparecidense continuou a pressão e Gilvan aproveitou rebote da zaga para abrir o placar. Já aos 42, Nonato cobrou pênalti e ampliou para o time goiano.

PRÓXIMOS JOGOS
O Sinop volta a campo no domingo, contra o Novo-MS, às 17 horas, no Morenão, em Campo Grande. Já a Aparecidense enfrenta o Ceilândia no sábado, às 15h30, no Maria Abadia, em Ceilândia. Os jogos são válidos pela quinta rodada.

Ficha Técnica

Fase
Fase de Grupos
Rodada
4ª rodada
Data
13/05/2018
Horário
19h00
Local
Gigante do Norte - Sinop (MT)
Árbitro
Daniel Victor Costa Silva - RJ

Assistentes
Gabriel Conti Viana - RJ e Thiago Gomes Magalhães - RJ

Gols
Aparecidense-GO: Gilvan 33' 2T, Nonato 42' 2T
Sinop-MT
Fernando;
Everton, Lucca, Tyron e Gilmar;
Duda, João Paulo, Poty e Cajano (Tiago);
Cabralzinho e Juazeiro (Luiz Henrique).
Técnico: Foguinho.
Aparecidense-GO
Pedro Henrique;
Rafael Cruz, Felipe Costa Mirita e Helder;
Tiago Ulisses, Washington, Alex e Aleilson;
Nonato e Uederson (Gilvan).
Técnico: Everton Goiano.
 
 
" />