Série C: Provável estreia de veteranos agita duelo entre Remo e Juventude

Duelo entre os dois times, neste sábado, pode ter a estreia de Eduardo Ramos no Leão e Renato Cajá Papo

por Agência Futebol Interior

Belém, PA, 04 (AFI) - Remo e Juventude se enfrentam neste sábado, no Mangueirão, pela 11ª rodada da Série C, em partida que pode marcar a estreia de reforços importantes, e experientes, para os dois lados. Enquanto a torcida remista vive a expectativa de ver Eduardo Ramos em campo, o lado jaconero espera pelo debute de Renato Cajá. Os dois veteranos foram regularizados recentemente e devem ficar ao menos no banco de reservas.

Aos 33 anos, Eduardo Ramos chegou para a quarta passagem pelo Remo, após ter deixado o clube em 2017. Com passagens por Corinthians, Sport, Goiás, Vitória e Náutico, ele veio do Cuiabá, time no qual conquistou o acesso da Série C para a Série B no ano passado.

Apesar de o retorno ter dividido opiniões, boa parte da torcida remista acredita que o experiente jogador pode ser a solução para algumas deficiência do meio de campo do Leão. Quanto à possível estreia neste sábado, o técnico Márcio Fernandes preferiu fazer mistério.

Ainda não temos essa certeza (da escalação de Eduardo Ramos). Tenho conversado bastante com o Eduardo. Treinou pouco e ainda não está na melhor forma física dele, mas devido à sua condição de ídolo do Remo pode ser uma opção. Mas não é certo”, disse o treinador remista.

Eduardo Ramos e Renato Cajá podem estrear neste sábado.
Eduardo Ramos e Renato Cajá podem estrear neste sábado.

12 ANOS DEPOIS
Renato Cajá, de 34 anos, está de volta ao Juventude após 12 anos. Ele defendeu o clube gaúcho em 2007, antes de ser contratado com a Ponte Preta, equipe com a qual construiu uma relação bastante sólida, com quatro passagens no decorres dos anos. Parado desde que deixou o Goiás no ano passado, o meia viaja para Belém com o restante da delegação em razão da lesão de Rafael Bastos, que deve precisar de 30 dias para se recuperar.

“O Cajá viaja. Vamos acelerar o processo dele com a ausência do Rafael Bastos. Com responsabilidade, não levaria ele (Cajá) para um jogo se não apresentasse condições. Se estou levando para o banco de reservas, porque algum ponto poderá nos oferecer positivamente entrando no decorrer da partida”, afirmou o técnico Marquinhos Santos.

O jogo deste sábado vale a liderança do Grupo B. Atual primeiro colocado, com 18 pontos, o Juventude tem apenas dois pontos a mais que o Remo, terceiro colocado, com 16.