ABC 2 x 0 Salgueiro - Com dois homens a mais, potiguares estão na final

Eridon e Júnior Ferrim foram expulsos ainda no primeiro tempo

por Agência Futebol Interior

Natal, RN, 06 (AFI) - Com dois jogadores a mais desde os 20 minutos do primeiro tempo, o ABC venceu o Salgueiro, por 2 a 0, na tarde deste sábado, no Estádio Frasqueirão, em Natal e se garantiu na final do Campeonato Brasileiro da Série C. O grande destaque da partida foi o atacante Leandrão, que marcou os dois gols e esteve nos lances das expulsões pernambucanas.

Como o primeiro jogo terminou empatado por 1 a 1, quem ganhasse a partida estaria na final, por isso, o alvinegro está garantido. Agora, aguarda seu adversário, que sai do duelo entre Criciúma e Ituiutaba que se enfretam neste domingo, às 10 horas, em Uberlândia.

Nesta segunda-feira, a CBF deve confirmar qual será o mando de campo e as datas da finais.

Começou movimentado!
No primeiro minuto de jogo, o Salgueiro já se complicou. O zagueiro Eridon deu uma cotuvelado no atacante Leandrão e acabou sendo expulso. Na cobrança da falta, na meia lua, Renatinho Potiguar cobrou com categoria, mas a bola saiu tirando tinta da trave.

Com um homem a mais, as coisas ficaram mais tranquilas para o ABC, que chegou ao seu gol aos 17 minutos. Renatinho foi até a linha de fundo e cruzou na cabeça de Leandrão, que testou com força, sem chances para o goleiro Marcelo.

Mesmo com um homem a menos, o Salgueiro perdeu uma boa chance aos 20 minutos. O meia Clebson recebeu lançamento e saiu cara a cara com o goleiro Welligton. Mas, na hora do arremate, ele pegou mal na bola, que foi por cima do gol, sem nenhum perigo.

Para piorar as coisas para o Carcará, aos 22 minutos, o time ficou nove homens em campo. Júnior Ferrim deu uma entrada dura em Leandrão, sem pensar duas vezes, o árbitro Alício Pena Júnior expulsou o atacante e deixou o Salgueiro com nove em campo.

Até o final do primeiro tempo, o jogo caiu de ritmo e os dois times se alternavam no campo de ataque. Com vantagem em campo, o ABC tinha mais posse de bola.

Na final!
O ABC voltou para o segundo tempo querendo matar logo o jogo. E, aos cinco minutos, João Paulo foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro para Leandrão, que chegou batendo para as redes de Marcelo, que nada pode fazer no lance.

Depois do gol, o ABC ficou mais tranquilo da partida, o Salgueiro tentava chegar ao ataque, mas com dois homens a menos, o time não tinha força de ir para o campo de ataque e depois retornar para a defesa, por isso, suas jogadas sempre eram individuais, com Fagner.

Já o ABC perdia grandes chances de gol. Aos 34 minutos, após um chute rasteiro cruzado, o meia Jackson se jogou na bola, ela saiu tirando tinta da trave, por pouco, não balançou as redes de Marcelo.

Ficha técnica

ABC 2 x 0 Salgueiro

Local: Estádio Frasqueirão, em Natal
Público: 9.043 torcedores
Renda: R$ 136.495,00
Árbitro: Alicio Pena Júnior-MG
Assistentes: Thiago Gomes Brigido-CE e Francisco Rudson Rocha Aquino-CE
Cartões amarelos: Ney Carioca, Sinderval, Marcelo (Salgueiro); João Paulo (ABC)
Cartão vermelho: Eridon e Júnior Ferrim (Salgueiro)

ABC
Wellington; Suéliton, Diego Padilha, Tiago Garça e Renatinho; Everton Cezar (Claudemir), Basílio (Bileu), Ricardo Oliveira e Jackson; João Paulo (Éderson) e Leandrão.
Técnico: Leandro Campos

Salgueiro
Marcelo; Rogério Riws, Eridon, Ney Carioca e Sinderval (Wendel); Rodolfo Potiguar, Pio, Clebson (João Paulo) e Edu Chiquita (Lismar); Fágner e Júnior Ferrim.
Técnico: Cícero Monteiro