Oeste 1 x 2 Atlético-GO - Dragão vence com gol bizarro 'de morrinho'

Marcinho descontou, mas Renato Kayser deu a vitória para o time de Goiânia

por Agência Futebol Interior

Barueri, SP, 07 (AFI) - Com ‘gol de morrinho’, o Atlético-GO conseguiu buscar a vitória por 2 a 1 contra o Oeste dentro da Arena Barueri e segue na briga pelo acesso na Série B do Campeonato Brasileiro. Ainda no primeiro tempo, Daniel Borges recuou rasteiro para Tadeu, mas a bola quicou em um buraco e tirou o goleiro da jogada, provavelmente no lance mais bizarro da 26ª rodada. Marcinho descontou logo em seguida, mas Renato Kayser deu a vitória para o time de Goiânia.

A segunda vitória consecutiva deixa o Atlético-GO com 43 pontos e chances reais de terminar a rodada no G4 – para isso precisa torcer pela derrota do Avaí diante do Paysandu fora de casa. Já o Oeste completou três jogos sem vencer na competição, com duas derrotas e um empate. O clube tem 34 pontos e já começa a se preocupar com o rebaixamento.

JOGO ABERTO

Em confronto aberto, o Atlético-GO criou a primeira oportunidade de perigo com 13 minutos de bola rolando. Jonathan recebeu de Renato Kayser, entrou em velocidade na grande área e tentou devolver para o meio, mas jogou nas mãos de Tadeu. Na sequência, em resposta, Pedrinho recebeu na frente, fintou a marcação e deixou com Marcinho, que soltou uma bomba, exigindo boa defesa do goleiro Jefferson.

Só que o primeiro gol da partida saiu em um lance bizarro. A marcação do Oeste ganhou pelo alto no meio de campo e recuou com Daniel Borges. O lateral direito, pressionado, resolveu recuar para Tadeu. A bola foi na força certa, em linha reta, mas, na hora que o camisa um iria estourar para frente, ela quicou no morrinho artilheiro, tirou o goleiro da jogada e morreu no fundo das redes, aos 31 minutos.

(Foto: Jefferson Vieira/Oeste FC)
(Foto: Jefferson Vieira/Oeste FC)
Mesmo com a falha, o Oeste não se intimidou dentro de casa e conseguiu a resposta logo na sequência. Com 33 minutos, o time começou uma jogada pela esquerda, trabalhou o contra-ataque em velocidade e encontrou Marcinho pelo meio. Ele dominou na frente, ajeitou o corpo e pegou bonito na bola, mandando no cantinho de Jefferson, que não teve a menor chance. Com o jogo equilibrado, o empate no primeiro tempo era justo.

CONTROLOU

Na etapa final, com apenas seis minutos, Zé Love poderia ter virado a partida. O experiente camisa 18 recebeu pela esquerda, gingou em cima da marcação e bateu firme, mas Jefferson conseguiu jogar para a linha de fundo. Na sequência, com oito, Pedro Bambu também quis arriscar para o Atlético-GO, o goleiro Tadeu deu rebote e a bola sobrou no pé de Renato Kayser, que só escorou para o fundo das redes e deixou o clube novamente em vantagem.

A frente do placar mais uma vez, o Atlético-GO não quis mais dar brecha para o azar. O time passou a controlar mais a posse de bola, trocado passes no meio de campo e se arriscando bem menos. Já o Oeste subiu as linhas de marcação buscando acertar uma pressão na saída de bola para tentar novamente o empate. Com 34, João Paulo recebeu de Júlio César e tocou na saída de Tadeu, mas a bola caprichosamente tocou a trave e não entrou.

PRÓXIMOS JOGOS

Os dois times voltam a campo só no próximo, dia 15 de setembro. No estádio Olímpico Pedro Ludovico, o Atlético-GO faz o clássico com o Goiás, às 19 horas, enquanto o Oeste recebe a Ponte Preta novamente na Arena Barueri, às 21 horas, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
26ª rodada
Data
07/09/2018
Horário
16h00
Local
Arena Barueri - Barueri (SP)
Árbitro
Wanderson Alves de Sousa (MG)

Renda
R$ 5.580,00.
Assistentes
Márcio Eustáquio Sousa Santiago (MG) e Marconi Helbert Vieira (MG)

Público
883 torcedores.
Cartões Amarelos
Oeste-SP: Betinho, Zé Eduardo, Raphael Luz
Atlético-GO: Tomas Bastos, Júlio César, Gilvan, João Paulo, Rômulo

Gols
Oeste-SP: Marcinho 33' 1T
Atlético-GO: Daniel Borges 31' 1T (contra), Renato Kayser 8' 2T
Oeste-SP
Tadeu;
Daniel Borges, Patrick, Leandro Amaro e Guilherme Romão;
Betinho, Marcinho e Mazinho (Zé Eduardo);
Marciel (Léo Castro), Pedrinho (Luquinhas) e Raphael Luz.
Técnico: Roberto Cavalo
Atlético-GO
Jefferson;
Jonathan, Oliveira, Gilvan e Mascarenhas;
Pedro Bambu, Rômulo e João Paulo (Denílson);
Júlio César (Lucas Rocha), Renato Kayser (Tomas Bastos) e André Luís.
Técnico: Cláudio Tencati
 
 
" />