Atlético-GO 3 x 2 Criciúma - Dragão começa atrás, mas reage bem e confirma virada

O resultado foi justo, porque o time goiano mostrou mais força na marcação e eficiência nas finalizações para garantir seus três pontos

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 13 (AFI) – Rebaixado ano passado da elite, o Atlético-GO estreou bem no Campeonato Brasileiro da Série B, nesta noite, ao vencer o Criciúma, por 3 a 2, de virada, no Estádio Olímpico, em Goiânia (GO).

O resultado foi justo, porque o time goiano teve mais volume de jogo, mostrou mais força na marcação e eficiência nas finalizações para garantir seus três primeiros pontos. Os catarinenses começam sem nada.

INÍCIO CAUTELOSO
Os dois times começaram na base do estudo, cautelosos e sem se arriscar. O equilíbrio foi rompido pelo gol inicial do Criciúma. Numa cobrança de falta na frente da grande área, João Paulo bateu em curva e a bola caiu quase na linha de gol. Uma bela cobrança aos 19 minutos.

Aos poucos o time atleticano foi mostrando sua força ofensiva. Quase empatou aos 27 minutos, num desvio de cabeça de Bruno Santos que acabou indo para fora. Pouco tempo depois, aos 31, foi a vez de Tomas Bastos chutar, a bola desviou num zagueiro e quase enganou o goleiro Luiz que viu a bola tocando em cima do travessão.

EMPATE NO FINAL
O empate parecia maduro, tanto que saiu aos 41 minutos. A jogada começou pelo lado direito com o cruzamento rasteiro de Júlio César. Tomas ajeitou e bateu para o desvio de Luiz, mas a bola sobrou na pequena área para o toquinho de Tito, oportunista.

Logo no começo do segundo tempo, Cristhyan perdeu boa chance ao ser fominha e tentar a finalização ao invés de passar para Júlio César. Mas aos cinco minutos o time goiano virou o placar.

Após levantamento na linha da grande área, ninguém acertou a cabeçada e a bola sobrou para a tentativa de puxada de Andrew. Mas ele furou e a bola ficou livre para Tito, que escolheu o canto e bateu firme: 2 a 1.

SORTE DO ATACANTE
Tito parecia mesmo com sorte na ‘Sexta-feira 13’. Quase ele ampliou aos 12 minutos, após desviar de cabeça o levantamento de Júlio César. A bola, porém, saiu tirando tinta da trave direita do goleiro Luiz.

O visitante só ameaçou aos 18 minutos, num lance esquisito. Andrew tentou cruzar, porém, a bola ganhou e quase caiu nas costas de Klever que deu um tapinha para fora.

O Atlético voltou a ameaçar num chute de longa distância de Tomas Bastos e que Luiz espalmou. Quase que o Criciúma empatou em seguida, quando Nicolas subiu de cabeça e testou com força. Deu azar porque a bola passou do lado da trave direita.

TENTATIVA DE REAÇÃO
O técnico Argel Fucks ainda tentou, com as três substituições, buscar o empate. Não conseguiu e ainda levou o terceiro gol aos 38 minutos. Na frente da grande área, tomas Bastos ajeitou de esquerda e bateu forte com a direita.

A bola passou por baixo do corpo de Luiz, que falhou no lance. Nos acréscimos, aos 49 minutos, o Criciúma ainda diminuiu após cabeçada de Nicolas e último toque de Sueliton.

PRÓXIMOS JOGOS
Na segunda rodada, o Atlético vai enfrentar o Coritiba, já na próxima terça-feira, na capital paranaense. O Criciúma vai tentar a reabilitação em casa diante da Ponte Preta, no sábado, às 19 horas.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
1ª rodada
Data
13/04/2018
Horário
20h30
Local
Olímpico - Pedro Ludovico - Goiânia (GO)
Árbitro
Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)

Renda
R$ 16.380,00
Assistentes
Leirson Peng Martins (RS) e Lúcio Beiersdorf Flor (RS)

Público
812 pagantes
Cartões Amarelos
Atlético-GO: Cristhyan
Criciúma-SC: Mailson, Sueliton

Gols
Atlético-GO: Tito 41' 1T, Tito 5' 2T, Tomas Bastos 38' 2T
Criciúma-SC: João Paulo 19' 1T, Sueliton 49' 2T
Atlético-GO
Klever;
Alisson, William Alves, René e Bruno Santos;
Rômulo, Fernandes e Tomas Bastos;
Cristhyan (Jr. Brandão), Tito (Joanderson) e Júlio César (Lucas Rocha).
Técnico: Claudio Tencatti.
Criciúma-SC
Luiz;
Sueliton, Sandro, Nino e Andrew;
Jean Mangabeira (Alex Maranhão), Douglas Moreira e Elvis;
João Paulo, Zé Carlos (Kalil) e Mailson (Nicolas)
Técnico: Argel Fucks.