Paraná 1 x 0 ABC – Tricolor cola no G4 e afunda Mais Querido

O resultado positivo foi um presente ao técnico Lisca, que na última sexta-feira completou 45 anos

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 12 (AFI) – O Paraná encontrou mais dificuldades do que esperava, mas fez o dever de casa ao vencer o ABC, por 1 a 0, na tarde deste sábado, no Estádio Durival de Britto, pela 20ª rodada, e entrou de vez na briga por uma vaga no G4 do Campeonato Brasileiro da Série B. De quebra, o time presenteou o técnico Lisca, que fez 45 anos na última sexta-feira.

Lisca manteve os 100% de aproveitamento nos jogos em casa - três vitórias - e o Paraná subiu para a sexta colocação, com 30 pontos, a quatro do Ceará, que abre o G4. Por outro lado, o ABC conheceu a sétima derrota em dez partidas como visitante nesta Série B e estacionou nos 16 pontos, na penúltima colocação.

PÊNALTI SALVADOR

Apesar de jogar fora de casa, o ABC foi o responsável por criar as primeiras oportunidades. Aos três, Fabinho cruzou rasteiro e Lucas Coelho, na marca do pênalti, mandou por cima do gol. Dois minutos depois, Dalberto chutou em cima de Igor Maidana e a bola sobrou novamente para Lucas Coelho, que emendou de primeira. Atento, Richard fez boa defesa e a defesa tricolor afastou na sequência.

De pênalti, Renatinho marcou o gol que deu a vitória ao Paraná sobre o ABC
De pênalti, Renatinho marcou o gol que deu a vitória ao Paraná sobre o ABC

Diferente dos outros jogos na Vila Capanema, o Paraná não conseguia se impor até que a primeira finalização veio apenas aos 20 minutos. O Tricolor roubou a bola no campo de ataque e Renatinho passou para Alemão, que soltou a bomba na entrada da área pela linha de fundo. O goleiro Edson já estava batido no lance e apenas acompanhou.

Aos 35 minutos, o Tricolor esteve muito próximo de abrir o placar. De voleio, Robson acertou o travessão de Edson. No rebote, Zezinho bateu sem pulo e a bola explodiu mais uma vez no travessão. O lance empolgou a torcida presente na Vila Capanema. Quatro minutos depois, Alemão foi derrubado por Márcio Passos dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. Renatinho bateu bem e deslocou o goleiro alvinegro.

O ABC sentiu o gol marcado pelo Paraná e não ofereceu mais perigo ao goleiro Richard. Por outro lado, os donos da casa levaram perigo em falta cobrada por Zezinho, que saiu pela linha de fundo.

SÓ SEGUROU

Quase que o ABC empate logo aos dois minutos do segundo tempo. Zotti cobrou falta para dentro da área e Lucas Coelho desviou de cabeça. A bola passou raspando a trave de Richard, que apenas acompanhou. Os tricolores reclamaram de um pênalti não marcado pelo árbitro de Jonathan Bocão em cima do atacante Alemão na linha de fundo.

Torcida tricolor fez sua parte e compareceu em bom número ao Durival de Britto
Torcida tricolor fez sua parte e compareceu em bom número ao Durival de Britto

Aos 17 minutos, logo depois de entrar no lugar de Dalberto, Tatá arriscou de fora da área e a bola passou raspando a trave de Richard. Na sequência, quase que o Paraná amplia. Renatinho cobrou escanteio e Eduardo Brock cabeceou para grande defesa de Edson. Na frente do placar, o Tricolor começou a valorizar a posse da bola.

Alemão recebeu na entrada da área e soltou a bomba para defesa de Edson. Nos minutos finais, o ABC tentou esboçar uma pressão, mas o Paraná estava bem postado na defesa e segurou a magra, porém importante vitória.

PRÓXIMOS JOGOS

Os dois times voltam a campo no próximo sábado, pela 21ª rodada. O Paraná enfrenta o Paysandu, às 19 horas, no Estádio Mangueirão, em Belém, enquanto o ABC recebe o Internacional, às 16h30, no Frasqueirão, em Natal.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
20ª rodada
Data
12/08/2017
Horário
16h30
Local
Durival Britto - Curitiba (PR)
Árbitro
Thiago Duarte Peixoto - SP

Renda
R$ 165.435,00
Assistentes
Rogerio Pablos Zanardo - SP e Herman Brumel Vani - SP

Público
7.714 pagantes (7.800 total)
Cartões Amarelos
Paraná-PR: Cristovam
ABC-RN: Jonathan Bocão, Anderson Pedra

Gols
Paraná-PR: Renatinho 39' 1T
Paraná-PR
Richard;
Cristovam, Eduardo Brock, Iago Maidana e Igor;
Leandro Vilela, Zezinho (Gabriel Dias) e Renatinho (Murilo Rangel);
Minho (Felipe Augusto), Robson e Alemão.
Técnico: Lisca
ABC-RN
Edson;
Jonathan Bocão, Márcio Passos, Cleiton e Levy;
Anderson Pedra, Zotti e Vitor Júnior (Gegê);
Lucas Coelho (Nando), Dalberto (Tatá) e Fabinho.
Técnico: Márcio Fernandes