Com futebol e política no sangue, Marco Chedid chega ao final de um ciclo no Bragantino

De mascote a presidente, Marquinho Chedid entrega à cidade o Bragantino na elite, modernizado e com futuro garantido

por Agência Futebol Interior

Bragança Paulista, SP, 15 (AFI) - Aos 61 anos, Marco Antônio Abi Chedid cresceu vendo o pai fazer política e futebol. O libanês Nabi Abi Chedid foi deputado estadual por 10 mandatos – 40 anos – e ocupou cargos de relevância na política.

Além de ter dirigido a Federação Paulista de Futebol, ocupou a vice-presidência da CBF e da Conmebol. Morreu, de câncer, aos 74 anos em novembro de 2006. Empresta o seu nome ao estádio do clube, que, em breve, deve se tornar a Arena Red Bull.

Nabizão sempre foi tratado com carinho
Nabizão sempre foi tratado com carinho

DE MASCOTE A PRESIDENTE
Quando garoto, Marquinho foi mascote do clube e quando adulto aprendeu com o pai e o tio, Jesus Chedid (atual prefeito de Bragança), a administrar os negócios de transportes da família.

Iniciou sua vida esportiva na Liga Campineira de Futebol em meados dos anos 80, promovendo uma revolução na época no futebol amador da cidade.

Assumiu o comando geral do Bragantino em 1997 e nestes 22 anos foi presidente por seis anos. É o atual presidente, tendo como vice o seu filho Luiz Arthur Abi Chedid.

Chedid devolve Bragantino à elite e à cidade
Chedid devolve Bragantino à elite e à cidade

REINVENÇÃO DO BRAGANTINO
Participou da ‘reinvenção’ do Bragantino em 1987 e lá ficou até 1991, quando assumiu a presidência da Ponte Preta.

Deixou o clube em 1993, mais estruturada, e sua passagem foi marcada pela formação da maior equipe de basquete feminino da história que reuniu as duas maiores jogadoras da história – Hortência e Paula. A equipe conquistou todos os títulos estaduais e nacionais e depois formou a base para a inédita conquista do Mundial de 1994.

Bragantino voltou à elite paulista em 2017
Bragantino voltou à elite paulista em 2017

FUTEBOL E POLÍTICA
Como o pai, sempre misturou política com futebol. Em 1998 foi eleito o vereador mais votado em Campinas, com mais de 19 mil votos, reeleito em 1992 com 23 mil votos, um recorde até hoje. Presidiu a Câmara Municipal de Campinas e depois foi deputado federal – 1994-1998 (PSD).

Com a ajuda dos três filhos – Luiz Arthur, Nabi e Paula Cecília – ampliou os negócios da família nos últimos anos. Além de atender empresas e promover viagens de turismo, os seus ônibus transportam diariamente milhares de pessoas em cidades como Valinhos, Paulínia, Indaiatuba, Mogi Guaçu, Rio Claro, Americana e Atibaia. O seu grupo emprega perto de dois mil funcionários.