Atlético-GO 2 x 0 Vila Nova - Sem novidades! Deu Dragão no clássico goiano

Gilvan e Mike anotaram os gols da vitória rubro-negra neste sábado

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 13 (AFI) – O Atlético-GO manteve o bom momento jogando dentro de casa e aproveitou para encostar na briga pelo acesso na Série B do Campeonato Brasileiro. Ainda sem perder na temporada em seus domínios, os rubro-negros de Goiás fizeram mais uma vítima: o rival Vila Nova. Em jogo válido pela nona rodada, venceram por 2 a 0, no Estádio Antonio Accioly, em Goiânia. Gilvan e Mike anotaram os gols da partida.

O resultado levou o Atlético-GO aos 17 pontos, na briga pelo acesso, deixando para trás do Sport. O Vila Nova, por outro lado, briga contra o rebaixamento, em 15º lugar, com dez pontos, podendo entrar na zona de rebaixamento na próxima rodada.

O que também chamou atenção foi o estado do gramado do Estádio Antonio Accioly.

Reformado durante a paralisação da Copa América, o campo apresentou diversos pontos com areia. A quantidade do material foi notado no quique da bola e na corrida dos jogadores.

RIVALIDADE FRIA
A rivalidade ainda era viva na memória das duas equipes. Na semifinal do Campeonato Goiano deste ano, o Atlético-GO levou a melhor sobre o adversário, mas uma confusão campal, com direito a troca de agressões entre jogadores e funcionários dos dois clubes e atleta indo parar na delegacia, roubou a cena. Apesar da confusão recente, o clássico goiano teve um primeiro tempo equilibrado.

O Vila Nova bem que tentou surpreender, mas Kozlinski caiu bem para espalmar finalização de Bruno Mota logo aos cinco minutos. Pelo lado do Atlético-GO, a aposta foi no retorno do meia Jorginho, principal destaque do clube, que ainda não havia jogado a Série B por conta de um problema muscular. Cercado de expectativa, o meia apareceu pouco.

Desta forma, os donos da casa assustaram quando Moacir apareceu de surpresa na área para fazer cruzamento rasteiro, exigindo corte providencial de Wesley Matos. Os rubro-negros tinham mais volume, mas pouco criaram.

RETOMADA

Aos 30 minutos veio a parada técnica para esfriar o calor do ambiente, não da partida. Quem aproveitou a parada para se organizar e abrir o placar foi o Atlético-GO. Aos 35 minutos, Matheuzinho cobrou falta e Gilvan apareceu no segundo pau para completar, de cabeça, para o gol.
No final do primeiro tempo, Jorginho apareceu, mas não para decidir para o Atlético-GO, mas para reacender a rivalidade entre os clubes.

O meia se enroscou com Joseph, do Vila Nova, e o tradicional bolinho de jogadores se formou no meio do gramado. No final das contas, Jorginho e Joseph tomaram amarelo e o jogo seguiu tranquilo até Luiz Flávio de Oliveira apitar o final da primeira etapa.

ESFRIOU
O Vila Nova voltou mais ofensivo para o segundo tempo com as entradas de Mosquito e Elias. Quem aproveitou as mudanças para confundir a defesa adversária foi Alan Mineiro. Logo aos dois minutos, ele obrigou Kozlinski a trabalhar em chute de fora da área.

Estar mais ofensivo significava deixar espaços atrás para o rival. Desta forma, o Atlético-GO quase ampliou. Pedro Raul recebeu de frente para o gol, mas chutou mascado. A bola ainda ficou viva dentro da área e Jeferson afastou, dentro da pequena área, antes que Matheuzinho pudesse completar para o gol vazio.

SÃO RAFAEL

Na sequência da jogada, os donos da casa ampliaram. Aos 13 minutos, Jorginho recebeu livre pela direita e cruzou rasteiro. Entre os marcadores, Mike apareceu para completar para as redes. O gol matou o ímpeto do Vila Nova de buscar a reação no começo do segundo tempo. Sem inspiração, o time visitante foi presa fácil para os contra-ataques do adversário.

Num deles, Mike recebeu de Moacir e finalizou cruzado, parando em Rafael Santos. Novamente, o goleiro precisou sair nos pés de Matheuzinho para evitar o terceiro aos 35 minutos. Entre tentativas de cruzamentos que não deram em nada e contra-ataques do Atlético-GO, o placar se estendeu até o final.

PRÓXIMOS JOGOS

O Atlético-GO volta a campo para enfrentar a Ponte Preta, na próxima terça-feira, às 21h30, no Moisés Lucarelli, em Campinas. No final de semana que vem, o Vila Nova encara o América-MG, às 16h30, no Serra Dourada, em Goiânia.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
9ª rodada
Data
13/07/2019
Horário
16h30
Local
Antônio Accioly - Goiânia (GO)
Árbitro
Luiz Flávio de Oliveira (SP)

Renda
R$ 82.375.00
Assistentes
Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)

Público
3.626 pagantes (4.654 total)
Cartões Amarelos
Atlético-GO: Jorginho
Vila Nova-GO: Hélder, Jeferson, Joseph, Wesley Matos

Gols
Atlético-GO: Gilvan 36' 1T, Mike 13' 2T
Atlético-GO
Kozlinski;
Jonathan, Lucas Rocha, Gilvan (Oliveira) e Nicolas;
André Castro, Moacir e Jorginho (Jarro Pedroso);
Matheus, Pedro Raul (André Luis) e Mike.
Técnico: Wagner Lopes.
Vila Nova-GO
Rafael Santos;
Jeferson, Wesley Matos, Diego Jussani e Helder;
Joseph (Elias), Neto Moura (Gustavo Mosquito), Ramon e Alan Mineiro; Mateus Anderson (Erick) e Bruno Mota.
Técnico: Eduardo Baptista.