Bolsonaro já foi técnico de futebol e tem nome em homenagem a jogador do Palmeiras

O próximo presidente do Brasil tem mais ligações com o futebol do que se imagina. Confira!

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 31 (AFI) – Pouca gente associa a imagem de Jair Bolsonaro ao futebol, mas o próximo presidente do Brasil tem mais ligações com o esporte do que se imagina.

Bolsonaro chegou a assumir a posição de técnico de futebol quando vivia em Nioaque (MS) servindo o exército. No 9º Grupo de Artilharia da Campanha de Nioaque, entre 1979 e 1981, o político já começava a demonstrar sua liderança como treinador da equipe formada por militares.

Mas sua ligação com o futebol vem desde o nascimento, começando pelo nome escolhido por seus pais. Depois de uma gestação complicada, sua mãe escolheu o nome Messias, enquanto o pai, palmeirense fanático, homenageou o jogador Jair Rosa Pinto dando o primeiro nome ao filho.

Bolsonaro como técnico do time do quartel de Nioaque, no Mato Grosso do Sul (Foto: Reporodução/ TV Morena)
Bolsonaro como técnico do time do quartel de Nioaque, no Mato Grosso do Sul (Foto: Reporodução/ TV Morena)
MAIS SOBRE JAIR ROSA PINTO
Jair Rosa Pinto foi homenageado porque fazia aniversário no mesmo dia do nascimento de Jair Messias Bolsonaro (21 de março). O jogador foi um meio-campista que marcou época no Palmeiras nas décadas de 40 e 50, chegando até à Seleção Brasileira.

Além da passagem pelo Palmeiras, Jair atuou também por Santos, São Paulo, Ponte Preta, Vasco, Flamengo, entre outros clubes. Ainda se arriscou como treinador sem muito sucesso e passou por São Paulo, Juventus, Ponte Preta, Vitória, Fluminense, Olaria, Santos, Madureira, Palmeiras e Guarani.

Com a Seleção Brasileira, foi campeão e artilheiro da Copa América de 1949 e disputou 41 partidas, tendo marcado 24 gols. Jair Rosa Pinto faleceu em 2005, aos 84 anos, de embolia pulmonar.

 
 
" />