Cuiabá trata como 'inaceitável' arbitragem em derrota contra o São Paulo

A reclamação do time mato-grossense vem principalmente do polêmico pênalti anotado por Alexandre Vargas Tavares de Jesus, tratado por especialistas como irregular

Categorias: Grandes clubes do Brasil

Por: Agência Futebol Interior, 15/05/2022

Cuiaba reclama de arbitragem contra o Sao apulo
Foto: Divulgação / Cuiabá

Cuiabá, MT, 15 (AFI) – A Diretoria do Cuiabá emitiu uma nota de repúdio à arbitragem da partida diante do São Paulo, no Morumbi, na tarde deste domingo (15), válida pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, onde o Dourado saiu derrotado pelo placar de 2 a 1.

A reclamação do time mato-grossense vem principalmente do polêmico pênalti anotado por Alexandre Vargas Tavares de Jesus, tratado por especialistas como irregular. A partida foi a estreia do árbitro no Brasileirão Série A.

“Não há justificativas para a escalação de um novato para a partida de hoje, alterando o rumo de escolher árbitros qualificados para as partidas do Brasileirão”, disse parte da nota publicada pelo Dourado.

Outro lance que gerou revolta da torcida cuiabana e deu o que falar foi a expulsão do atacante Jonathan Cafú, feita após o árbitro sequer assinalar falta no mesmo lance.

Confira a nota oficial na íntegra:

“O Cuiabá EC qualifica como inaceitável o que ocorreu hoje na arbitragem da partida contra o São Paulo FC, no Morumbi, pela Série A.

Não há justificativas para a escalação de um novato para a partida de hoje, alterando o rumo de escolher árbitros qualificados para as partidas do Brasileirão.

Não bastassem todas as dificuldades impostas pelos gigantes do futebol brasileiro, que insistem na fórmula de inflar seus ganhos às custas das equipes médias, temos que conviver com a escalação de um árbitro sem condições de apitar na elite do futebol brasileiro.

Alexandre Tavares de Jesus fez sua estreia de forma esdrúxula, marcou um pênalti inexistente contra nossa equipe, deu-se ao luxo de não consultar o VAR sabe-se-lá-por-que e ainda expulsou o atleta Jonathan Cafú depois de não ter marcado nem falta no mesmo lance.”

Confira também: