Copa SP: Palmeiras e Santos fazem final merecida

Palmeiras tenta primeiro título, enquanto Santos busca outro caneco.

O Palmeiras, por exemplo, em 6 jogos disputados, venceu 5 e perdeu 1. O Peixe ganhou todos seus jogos e ainda está invicto na Copa SP

Categorias: Colunas

Por: SÉRGIO CARVALHO - -, 24/01/2022

Endrick Palmeiras 2022 e1643074159466
Endrick no Palmeiras (Foto: Divulgação/ Endrick)

São Paulo, SP, 24 (AFI) – Copa SP em dia de decisão. A Copa São Paulo de Futebol Juniores termina nesta terça-feira, dia 25 de janeiro, dia de São Paulo, a partir das 10 horas da manhã. De um lado o Palmeiras, que jamais ganhou esse título. Do outro, o Santos, que já teve a chance de vencê-la mais de uma vez.

Pela campanha realizada até agora, os dois times se equilibram. O Palmeiras, por exemplo, em 6 jogos disputados, venceu 5 e perdeu 1. O Peixe ganhou todos e ainda está invicto na competição. O ataque verde foi mais eficiente. Marcou 18 gols contra 14 do Santos. A defesa do time da Vila é um pouquinho melhor: sofreu 4 gols em seis jogos enquanto a do Verdinho sofreu 5.

Única vantagem que existe neste confronto, é que, erradamente, a Federação Paulista de Futebol marcou o jogo decisivo para a Allianz Arena, do Palmeiras. Ou seja: um dos participantes da grande final terá a vantagem de jogar em casa, o que nem a Federação soube explicar, porque, estádios é que não faltam em capital paulista.



DÁ PRA VENCER

Reinaldo Copinha 2022 ThaisMagalhaes CBF e1643073966669
Reinaldo Carneiro e o sucesso da Copa SP de 2022

Mesmo no campo do adversário, no entanto, o Santos tem time para se impor e levantar a taça. Acredito que o peso de jamais ter conquistado essa Copa pode pesar para o time mandante, porque o emocional de alguns de seus jogadores pode ficar abalado se o Palmeiras não fizer um gol logo de cara, como, por sinal, fez contra o São Paulo nas semifinais.

De qualquer forma, não dá para indicar um favorito neste jogo. São times praticamente iguais em todos os seus setores. Vejo o Santos um pouco mais arrumado na defesa, além de ter um ataque bastante eficiente. Mas isso não nos dá condições de indicá-lo como favorito.

Será jogo igual, como acontece em todos os clássicos brasileiros. O que vai decidir será o equilíbrio emocional dos jogadores de cada time e a maior eficiência ofensiva de uma das equipes. Espero que a arbitragem não influencie no resultado final da partida. A Federação prometeu escalar um quarteto de qualidade para dirigir este jogo. Que eles estejam inspirados e não errem em lances decisivos como aconteceu algumas vezes durante esta Copa.

Ainda sobre a Copa. Acho que é o melhor torneio de futebol juniores do País. Talvez até um dos melhores do mundo. Mas acho que a FPF exagera no momento de convidar ou aceitar presença de clubes que não têm a mínima condição de estar presente numa competição como essa.

ALGUMAS SUGESTÕES
Era melhor diminuir o número de clubes que, neste ano, chegou a oitenta. Acho também que a Federação deveria criar mais alguns prêmios para motivar jogadores e treinadores. Que tal, por exemplo, premiar a revelação da Copa. O técnico mais competente. O time que menos faltas fez. Isso além de outras premiações que poderiam ser entregues numa grande festa no final do torneio.

Lógico que são só sugestões que poderão ou não serem aproveitadas. Cabe à Federação analisar cada item e verificar se ele pode ou não ser incluído na premiação final. Acho que a Copa São Paulo ainda pode ser melhorada. Mas de uma coisa eu tenho certeza: o excesso de participantes é anti produtivo. Não acrescenta nada. Por isso, sugiro que a primeira providência a ser tomada pela FPF será diminuir o número de inscritos. O resto pode esperar.

Confira também: