Copa Africana das Nações: Mortes de torcedores em confusão antes de jogo

"Não estamos em posição de dar o número total de vítimas", lamentou o governador, bastante abalado com a tragédia

Categorias: Futebol Mundo

Por: Agência Estado, 24/01/2022

Tumulto antes de jogo da Copa Africana das Nações

Campinas, SP, 24 – Era para ser apenas mais um dia de festa por mais uma vitória e a ida de Camarões às quartas de final da Copa Africana das Nações. Mas o entusiasmo do povo camaronês por ver seus ídolos em campo acabou se tornando uma tragédia de grandes proporções antes de a bola rolar.

Uma multidão se aglomerou na porta do estádio Olembe, em Yaoundé, para tentar acompanhar a partida com Comores e muitos acabaram pisoteados, com autoridades registrando ao menos seis mortos e dezenas de feridos.

Apesar de o estádio ter capacidade para 60 mil pessoas, as restrições por causa da pandemia de covid-19 recomendam apenas 80% de sua capacidade.

Mais de 50 mil estavam do lado de fora e, com a abertura dos portões, acabaram “passando por cima” de quem estava na frente. Muita gente acabou sendo pisoteada e esmagada.

Naseri Paul Biya, governador da região central de Camarões, reconheceu ao menos seis mortes, mas mostrou tristeza e reconheceu que o número de óbitos poderá aumentar. “Não estamos em posição de dar o número total de vítimas”, lamentou, bastante abalado com a tragédia.

Tumulto antes de jogo da Copa Africana das Nações
Foto: Reprodução

Os machucados foram levados para um hospital próximo de Messassi, por policiais e civis, onde as autoridades revelaram a entrada de ao menos 40 feridos. Os funcionários admitiram não ter estrutura para atender a todos.

“Alguns dos feridos estão em estado desesperador”, disse Olinga Prudence, enfermeira do hospital. “Teremos que evacuá-los para um hospital especializado.”

Testemunhas revelaram ter crianças entre as vítimas do tumulto e que a tragédia aconteceu quando os comissários do estádio fecharam os portões e impediram a entrada de pessoas.

A Confederação Africana de Futebol, que organiza a Copa Africana das Nações, revelou estar investigando as causas do incidente. “A CAF está investigando a situação e tentando obter mais detalhes sobre o que aconteceu”, disse, em comunicado.

“Estamos em constante comunicação com o governo de Camarões e o Comitê Organizador Local.” Um dos principais dirigentes da federação, o secretário-geral Veron Mosengo-Omba foi visitar os torcedores feridos no hospital.

Confira também: