Com Brigatti, Seleção FI da 13ª rodada da Série C no 4-3-3

A base da Seleção FI com os melhores jogadores da rodada chega com os destaques de Manaus-AM e Mirassol-SP

Confiança-SE, Botafogo-SP, São José-RS, Paysandu-PA, Vitória-BA e ABC-RN também tem representantes entre os melhores da rodada

Categorias: Seleção da Rodada

Por: Agência Futebol Interior, 04/07/2022

Manaus Selecao FI
Com Brigatti de técnico, Seleção FI da 13ª rodada da Série C chega no 4-3-3

Campinas, SP, 04 (AFI) – A 13ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série C foi disputada de forma completa neste final de semana, com grandes jogos e muitos gols. Destaque para a goleada do líder Mirassol sobre o lanterna Atlético-CE, por 6 a 0 e também para a boa vitória do Manaus em cima do Ferroviário, por 4 a 2.

Por isso, a base da Seleção FI com os melhores jogadores da rodada chega com os destaques destes dois times. João Brigatti será o técnico, enquanto Vinícius Mingotti que marcou dois gols na goleada, comanda o ataque. Confiança-SE, Botafogo-SP, São José-RS, Paysandu-PA, Vitória-BA e ABC-RN também tem representantes.

CONFIRA A SELEÇÃO FUTEBOL INTERIOR DA 13.ª RODADA:

selecao serieC brasileiro 2022
Com Brigatti, Seleção FI da 13ª rodada da Série C no 4-3-3 4


VEJA A ATUAÇÃO DE CADA JOGADOR:
Goleiro:
Ewerton (Confiança-SE) –
Em um duelo marcado pelo equilíbrio diante do Volta Redonda-RJ, o goleiro do Dragão foi peça importante na conquista dos três pontos. Com intervenções e cortes providenciais em lances de ataque do Voltaço, ajudou a impedir a abertura do placar em favor dos cariocas. Da mesma forma, quando exigido, fez defesas as quais ajudaram a segurar o empate e até mesmo a vitória em favor dos sergipanos, os quais saíram do Z4 e respiraram na luta contra a queda.

Lateral-direito:
Vidal (Botafogo-SP) –
Mesmo após sair atrás no placar, o Botafogo-SP conseguiu embalar a terceira vitória seguida ao vencer o Campinense, de virada, pelo placar de 3 a 1 para se firmar de vez no G8. Um dos destaques da Pantera foi o lateral-direito Vidal, que ajudou demais na defesa e quando teve espaço, apareceu no ataque.

Zagueiro:
Leandro Camilo (Botafogo-PB) –
Dono da segunda melhor defesa da Série C, com apenas 8 gols sofridos, o Belo terminou mais um jogo sem sofrer gols. Apesar de não ter saído com a vitória diante do vice-lanterna Brasil-RS, longe dos seus domínios, os paraibanos contaram com mais uma boa atuação do defensor, o qual ajudou a frear o ímpeto do Xavante, o qual buscava os três pontos a todo custo. Além disso, em boa fase, Leandro vem se consolidando como um dos defensores mais estáveis e regulares da terceirona.

Zagueiro:
Jadson (São José-RS) –
Um dos grandes responsáveis pelo empate fora de casa do São José-RS no duelo gaúcho contra o Ypiranga, foi o zagueiro Jadson. Afinal, foi o defensor que abriu o placar de cabeça logo no primeiro minuto e depois ajudou demais no setor defensivo. Não teve culpa nos gols adversários.

Lateral-esquerdo:
Pará (Mirassol-SP) –
No duelo entre o líder e o lanterna, deu o óbvio: goleada do Mirassol por 6 a 0. Sem muito trabalho na defesa, o lateral-esquerdo Pará ajudou demais no ataque. Tanto que já no final do jogo ele foi coroado com um gol. Aproveitou um rebote do goleiro Fernando após cabeçada de Roberson, para deixar a sua marca.

Volante:
Erick Varão (ABC-RN) –
Em um duelo cheio de reviravoltas, o ABC conseguiu um importante empate fora de casa diante do Aparecidense, por 2 a 2, para continuar na briga pela liderança da Série C. Um dos destaques foi o volante Erick Varão que deu assistência para um dos gols alvinegros.

Meia:
José Aldo (Paysandu-PA) –
Em um clássico movimentado, onde o Remo-PA saiu na frente, foi a peça de desequilíbrio bicolor dentro de campo. Ainda no primeiro tempo, marcou um golaço após limpar a marcação com muita categoria e mandar para as redes. Já na volta dos vestiários, fez a articulação dos principais lances de perigo do Lobo, dando muito trabalho à defesa azulina. Desta forma, ajudou o Paysandu-PA a conquistar um ponto importante e freou a subida do principal rival, que também luta pelo G8.

Selecao FI Serie C
Vinícius Mingotti marcou dois gols na goleada

Meia:
Gustavo Xuxa (Botafogo-SP) –
Mais uma vez Gustavo Xuxa foi ‘o cara’ da vitória do Botafogo-SP. Depois de ver o Campinense sair na frente do placar, o meio-campista fez dois gols, um de falta e um de pênalti, e ajudou demais a Pantera a vencer por 3 a 1 e sair com os três pontos. Além dos gols, ajudou demais na criação de jogadas.

Atacante:
Alvinho (Manaus-AM) –
Em um duelo difícil diante do Ferroviário-CE, ele foi ‘o cara’ do primeiro tempo. Em grande atuação, abriu o placar logo aos 11 minutos, aproveitando de forma eficiente um bom cruzamento recebido. Além disso, marcou o segundo tento manauara, de pênalti. O hat-trick poderia ter vindo ainda nos 45 minutos iniciais, mas acabou parando no goleiro Jean, do Tubarão da Barra. Da mesma forma, quando não arriscou, ajudou a desarmar a zaga visitante e criar boas chances.

Atacante:
Vinícius Mingotti (Mirassol-SP) –
Tá certo que o Mirassol pegou um time frágil e lanterna da competição, o Atlético-CE. Foi uma goleada e um resultado que deixa na permanência o time paulista na liderança. Neste contexto, o destaque fica por conta do estreante Vinícius Mingotti, autor de dois gols, logo na estreia. Não bastasse, iniciou a jogada para o terceiro gol assinalado através de Camilo. Ainda no primeiro tempo deixou novamente a sua marca. No segundo tempo, foi substituído e bastante aplaudido pelo torcedor mirassolense presente no Maião.

Atacante:
Rafinha (Vitória-BA) –
Rafinha é ‘o cara no Vitória’. Desta vez ele foi decisivo para o fim do jejum de vitórias que já durava quatro jogos. Com cinco gols marcados nesta Série C, ele comandou o setor ofensivo na boa vitória por 2 a 0 em cima do Figueirense e ainda deixou a sua marca.

Técnico:
João Brigatti (Manaus-AM) –
A vitória Manauara sobre o Ferroviário-CE veio com emoção, mas teve o dedo do treinador. Mesmo em um cenário adverso, quando a vantagem de 2 a 0 no placar com um jogador a mais parecia ter ido embora junto com o emocional da equipe, soube reorganizar as peças e fez alterações as quais mudaram a história do jogo em favor do Gavião. Além disso, em uma Série C equilibradíssima, a vitória na estreia ajudou a recolocar o Esmeraldino no G8, recolocando os amazonenses na luta por uma vaga.

Confira também: