Candango: Após confusão em Gama x Brasiliense, governo e TJD suspendem torcidas

Governo proibiu presença em eventos esportivos por conta da covid-19; Tribunal suspendeu organizadas

Categorias: Futebol Brasil

Por: Sérgio Porto, 27/01/2022

Briga em Gama x Brasiliense

Brasília, DF, 27 (AFI) – O clássico Gama x Brasiliense de número 70 disputado na noite de quarta-feira no estádio Mané Garrincha chegou a ficar paralisado por 57 minutos. Tudo em função de uma batalha entre as torcidas. 

O árbitro Sávio Sampaio citou na súmula do jogo que a confusão começou por parte da torcida do Brasiliense. O confronto terminou com a vitória do Gama por 3 a 2.

No dia seguinte, as consequências das brigas de torcidas geraram as punições. O Tribunal de Justiça Desportiva do DF suspendeu a presença de torcidas organizadas de Gama e Brasiliense nos estádios.

O Governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, assinou o decreto 42.950/2022 que altera outras normas que regulam o fechamento e abertura de atividades e, na prática, somente muda a presença de público, termo único do seu anexo. 

Com isso, o futebol, como vôlei e basquete estão impedidos de terem a presença de torcedores no âmbito do Distrito Federal. Isso foi ocasionado pelo aumento de Covid-19 em Brasília.

De acordo com o governador Ibaneis Rocha, o fechamento brusco de espaços e a suspensão de atividades, como ocorreu em 15 de março de 2020, não serão necessários, porém, é preciso tomar medidas pontuais para evitar grandes aglomerações. 

“Ter um jogo de futebol com 40 mil pessoas, 50 mil pessoas, não é recomendável em um momento como esse”, declarou o Governador do DF.

Melhores momentos de Volta Redonda x Vasco da Gama:

Confira também: