Após dois anos de ausência, governo do Irã autoriza volta das mulheres aos estádios

Com pressão da Fifa, para que abrisse os estádios às iranianas, governo cede e retorno está marcado para o dia 12/10

Categorias: Futebol Mundo

Por: Agência Futebol Interior, 04/10/2021

torcedoras ira 1
Torcida de mulheres iranianas durante goleada de 14 a 0 do Irã sobre o Camboja — Foto: Reuters

Campinas, SP, 04 (AFI) – Após dois anos de proibição, o governo do Irã autorizou o retorno das mulheres aos estádios. A volta tem data marcada, e será no dia 12 de outubro, quando a seleção do país irá enfrentar a Coreia do Sul, em partida válida pela quarta rodada das Eliminatórias Asiáticas para a Copa do Mundo de 2022.

“A presença das mulheres foi autorizada para a partida entre as seleções nacionais de futebol do Irã e da Coreia do Sul”, informou o Clube de Jovens Jornalistas (YJC), agência ligada à televisão estatal iraniana.

FAZ TEMPO

Uma das poucas vezes em que as torcedoras tiveram o prazer de irem ao estádio, foi em 2019, quando a seleção masculina do Irã enfrentou o Camboja, também em uma partida de classificação para a Copa de 2022.

torcedoras ira
Torcida de mulheres iranianas durante goleada de 14 a 0 do Irã sobre o Camboja — Foto: Reuters

POUCOS DIREITOS

Durante a Revolução Islâmica de 1979, as iranianas foram privadas do acesso aos estádios, com a justificativa de que era para “protegê-las dos modos pouco educados” dos homens. A Fifa pressionava o Irã há anos para que abrisse os estádios às mulheres, mas até 2019 o país só autorizava a presença de um número limitado de espectadoras, em poucas ocasiões e para jogos específicos.

Confira também: