Morre em Araras ex-zagueiro de Ponte Preta e Portuguesa

Marinho tinha 60 anos e foi vitima de AVC

por Nilson Zanchetta Junior - Campinas-SP

ex-zagueiro Marinho morreu hoje em Araras, interior de São Paulo, aos 60 anos. Ele havia sofrido um AVC (acidente vascular cerebral) no ano passado e se recuperava em casa. Ele deixou a esposa e duas filhas

Araras, SP, 10, (AFI) – O ex-zagueiro Marinho morreu hoje em Araras, interior de São Paulo, aos 60 anos. Ele havia sofrido um AVC (acidente vascular cerebral) no ano passado e se recuperava em casa. Ele deixou a esposa e duas filhas.

Marinho ficou conhecido por ser um jogador vigoroso e muito determinado. Fez sucesso na década de 70 jogando pela Ponte Preta. O ex-jogador se destacou também em equipes como Ferroviária, Portuguesa e União São João de Araras.

Marinho quando jogava pela Ponte Preta teve a missão de marcar o Rei Pelé no Estádio Moisés Lucarelli. Com um desempenho impecável, Marinho conseguiu anular Pelé naquela oportunidade e no final do jogo recebeu os cumprimentos e ganhou a camisa de Pelé. Mais tarde, Marinho trocou o manto com dois cavalos na cidade de Araras, segundo ele, os cavalos serviriam para trabalhar, já a camisa só ficaria guardada.

Essa e outras histórias estão publicadas no livro Araras e seus craques do futebol, de autoria do jornalista ararense Nilson Zanchetta Junior. Marinho, antes de sofrer o AVC, trabalhou por muitos anos no Ciretran em Araras, sua função era emplacar carros.

Quem quiser conhecer toda a história do ex-zagueiro Marinho, o livro está disponível para compra, por meio do site da Livraria Pontes de Campinas. Acesse o site, clique aqui Livraria Ponte.