Paulista A3: Ídolos do Noroeste realizam jogo solidário no Alfredão

Para assistir a partida os torcedores devem doar um litro de leite (integral), tudo será revertido em favor de entidades assistenciais

por Agência Futebol Interior

Bauru, SP, 30 (AFI) - Craques do passado se reúnem novamente no gramado do Estádio Alfredão de Castilho no próximo sábado, 17, às 11h, para relembrar as conquistas com a camisa do Noroeste, rever a torcida nas arquibancadas e marcar um gol de solidariedade.

Estarão em campo duas equipes de gerações do Noroeste, frente a frente, reunindo grandes jogadores das décadas de 80, 90 e inícios dos anos 2000.
A partida faz parte também do calendário de preparação do clube para o Campeonato Paulista Série A3, como forma de agitar o torcedor que está na expectativa de ver a estreia do time profissional na busca do acesso.
Ídolos do Noroeste farão jogo solidário em Bauru
Ídolos do Noroeste farão jogo solidário em Bauru
DOAÇÕES

Para assistir, os torcedores deverão comparecer ao Alfredão, às 10h30, com um litro de leite (integral). Todas as doações serão destinadas à uma entidade assistencial.
JOGADORES
Estarão em campo, vestindo novamente a camisa centenária do Noroeste, os goleiros Juninho, Pinhata, Cezar, Marcos Garça, Edson, Evandro e Barata. Na defesa Valder, Nescau, Glauber, Rogério Anastácio, Campagnollo, Prego, André Dias, Iguaraçu, Alemão, Claudio, Clodoaldo, Niltão, Monteiro e Dobro. Os laterais Anisio, Santos Macarrão, Laranjal Paulista, Marcos Côco, Claudemir Magrão, Padula, Mariano. Meio-campistas Claudecir, Claudinho Rancharia, Alex Rancharia, Juninho Agudos, Miguelzinho, Marquinho da Barra.

Atacantes Manó, Sérgio Clavero, Nilson, Adilan e Marquinho Yamamoto. Técnico Luiz Carlos Martins. Também participarão do evento os convidados Jeová Rodrigues e Fumaça, ambos massagistas históricos do clube, o radialista Alexandre Alves, setorista do Norusca por vários anos, entre outros convidados.
EXPECTATIVA
Para Juninho, goleiro nos anos de 1993 a 1996, campeão da Série A3 de 1995, a expectativa de rever os amigos surgiu de um desejo bem antigo, que agora está sendo realizado graças a sinergia entre os próprios jogadores. Para o zagueirão Marcos Campagnollo, que vestiu o manto alvirrubro entre 1990 e 1997, também campeão na A3 de 95, o jogo vai trazer a sensação mágica de jogar futebol novamente no Alfredão. O mesmo sentimento é compartilhado pelos zagueiros André Dias, jogador do Norusca de 1990 a 1994, e Rogério Anastácio, jogador noroestino nos anos de 96, 97 e 99.
O volante Claudecir, que além do Noroeste também brilhou com as camisas de São Caetano e Palmeiras, convoca todos os torcedores de Bauru e região, dos mais jovens aos mais experientes, para que prestigiem esse retorno aos gramados da turma que sempre honrou a camisa do Esporte Clube Noroeste.