Ceará entra na Primeira Liga, e dirigente pede exclusão do Vozão da Liga do Nordeste

Vozão é primeiro nordestino na entidade, que já tinha ganhado a adesão de Brasil de Pelotas, Londrina, Tupi, Atlético-GO e Luverdense

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 22 (AFI) - Na tarde desta quarta-feira, o Ceará foi anunciado como mais um integrante da Primeira Liga. O Vozão é primeiro nordestino na entidade, que, há alguns dias, já tinha ganhado a adesão de Brasil de Pelotas-RS, Londrina-PR, Tupi-MG, Atlético-GO e Luverdense-MT. Entretanto, a entrada do Alvinegro não foi bem vista por cartolas ligados à Liga do Nordeste.

Alguns presidentes de federações da região se articularam para que a equipe fosse excluída da Copa do Nordeste - de qualquer maneira, o Ceará não disputará a competição na próxima temporada, já que não se classificou. O pernambucano Evandro Carvalho foi um que se movimentou para tirar o time de Fortaleza da entidade.

Ceará foi campeão nordestino em 2015 (Foto: Christian Alekson / cearasc.com)
Ceará foi campeão nordestino em 2015 (Foto: Christian Alekson / cearasc.com)
"Eu entendo que já que ele quer se filiar e jogar na Primeira Liga, ele deve sair da Copa do Nordeste. Deve ser excluído da nossa competição e fazer parte da Rio-Sul-Minas. A nossa posição tem de ser muito radical: ou ele joga uma, ou ele joga outra", disse o mandatário, em entrevista ao Programa Jogada RPN, da Rádio 89.3 FM, a Rede Paraibana de Notícias.

Ele, inclusive, entrou em contato com Mauro Carmélio, presidente da Federação Cearense de Futebol. Carmélio, porém, afirma que apoia seus filiados e sua única preocupação é que o Alvinegro não desrespeite estatutos da CBF. Além disso, Mauro Carmélio lembra que as federações não são parte da Liga do Nordeste e apenas prestam apoio para a competição.

Robinson de Castro, presidente do Ceará, tem dito que entrou em contato com a maioria dos integrantes do Nordestão, incluindo seu presidente, e que ninguém se mostrou contrário à entrada de seu clube na Primeira Liga.