Vila Nova x Juventude - Respeito e equilíbrio neste duelo pela Copa do Brasil

Por coincidência os dois adversários venceram na primeira fase fora de casa e por 3 a 0

Por coincidência os dois adversários venceram na primeira fase fora de casa e por 3 a 0

Por: Agência Futebol Interior, 08/04/2021

Goiânia, GO, 8 (AFI) – A expectativa é por um jogo equilibrado, mas o certo mesmo é que Vila Nova ou Juventude vão passar à terceira fase da Copa do Brasil. Os dois se enfrentam, nesta quinta-feira, a partir das 21h30, no estádio OBA (Onésio Brasileiro Alvarenga), em Goiânia, pela segunda fase.

Pelo regulamento, o empate não dá a vaga a ninguém e leva a definição para a cobrança de pênaltis. Além disso, o classificado vai embolsar a quantia de R$ 1,7 milhão. Por causa da covid-19, os portões seguirão fechados e sem a presença de público.

No Campeonato Goiano o Vila Nova é vice-líder do Grupo B, com 10 pontos, um atrás do Aparecidense. Na primeira fase da Copa do Brasil eliminou o Atlético de Alagoinhas, vencendo fora de casa por 3 a 0.

O Juventude é quinto colocado no Gauchão com 13 pontos, atrás dos quatro times que estariam nas semifinais: Grêmio e Internacional (19 pontos); Ypiranga e Caxias (14). Pela Copa do Brasil o time de Caxias do Sul eliminou o Muricy ao vencer fora também por 3 a 0.

Alan Mineiro é reforço importante para o Vila Nova

Alan Mineiro é reforço importante para o Vila Nova

REFORÇO NO VILA
A principal novidade no time goiano é a presença do meia Alan Mineiro. Ele está suspenso por quatro jogos no Estadual, porém, reúne condições de jogo em competições nacionais.
O lateral-esquerdo Thiago Carleto está confirmado depois de passar por exames para constatar possível lesão muscular. Por isso, vai ficar no banco de reservas.

O técnico Wagner Lopes sabe que seu time precisa ser agressivo para avançar na competição.

“O Juventude é um time qualificado, por isso, teremos que respeitá-lo. Mas vamos entrar em campo para buscar a nossa vaga” – garantiu o técnico.

MUDANÇAS NO JUVENTUDE
O técnico Marquinhos Santos vai ter duas baixas para este confronto. O zagueiro Cléberson sentiu uma lesão muscular e acabou vetado. Ele será substituído por Rafael Forster que vai atuar ao lado de Vitor Mendes.

O meia Guilherme Castilho sentiu uma indisposição durante a semana e também deve ser poupado. Ou fica à disposição no banco de reservas. Em seu lugar deve jogar Wescley.

“Quem entra leva minha confiança. Mas sabemos que teremos um adversário aguerrido pela frente” – atestou o técnico Marquinhos Santos.