VAR prejudica o futebol paulista em final de semana com polêmicas! Confira!

Categorias: Futebol Interior

Por: Agência Futebol Interior, 03/10/2021

Ponte VAR VilaNova 2021 1

Campinas, SP, 03 (AFI) – O que era para ajudar, apenas trouxe ainda mais polêmica no futebol brasileiro. Ponte Preta e Ituano foram imensamente prejudicados neste final de semana com arbitragens desastrosas e um VAR que só serviu para tumultuar e trazer injustiças. Confirmando que a arbitragem no país precisa ser reciclada!

No sábado à tarde, o Ituano visitou o Botafogo-PB em João Pessoa e venceu por 1 a 0, na abertura do Quadrangular Final da Série C. Apesar da vitória, o time paulista viu a arbitragem não marcar pênalti claro em cima do atacante Tiago Marques, que recebeu uma joelhada nas costas dentro da área.

Estranhamente, o VAR sequer alertou o árbitro de um possível pênalti no jogador, num erro grotesco! Mais estranho ainda é que o árbitro do VAR era Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG). No ano passado, Igor Junio ganhou destaque ao ser abraçado por um jogador do Santa Cruz após uma vitória do time pernambucano sobre o Ituano também na Série C. O lance ganhou destaque na mídia nacional!

SantaCruz IgorJunio SerieC 2021 e1633289923472
Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG) prejudicou o Ituano no sábado à tarde

Por sorte, o pênalti não marcado não fez falta ao Ituano, que teve competência para marcar com Igor Henrique no segundo tempo e confirmar a primeira vitória na segunda fase da Terceira Divisão de 2021. Mas ligou o sinal de alerta dos paulistas, que esperam por arbitragens mais capacitadas nesta fase decisiva da competição.

MAIS ERRO EM CAMPINAS     
À noite, foi a vez da Ponte Preta ser ‘assaltada’ dentro da sua própria casa. O time campineiro só empatou com o Vila Nova, por 1 a 1, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O confronto foi marcado por um pênalti inexistente e convertido pelos goianos aos 54 minutos do segundo tempo.

Na ocasião, o jogador do Vila Nova recebeu bola pelo lado esquerdo e cruzou na área. A bola bateu na perna do defensor da Ponte Preta, mas o VAR entendeu que a bola teria batido na mão do pontepretano. Então, o árbitro Adriano Barros Carneiro (CE) foi ao monitor e, mesmo com as imagens claras de pênalti inexistente, marcou a penalidade para os visitantes.

Ponte VAR VilaNova 2021
Adriano Barros Carneiro (CE) frustrou a Ponte Preta com erro grave no Majestoso

O lance gerou revolta de jogadores e comissão técnica da Ponte Preta. Aliás, nem mesmo os jogadores do Vila Nova reclamaram de possível toque de mão no lance. Confirmando ainda mais que o pênalti só foi aconteceu sob a ótica do ‘dono do apito’. Um erro primário e que não pode ser aceito num campeonato tão importante como a Série B.

O erro do senhor Adriano Barros Carneiro repercutiu nos principais jornais esportivos do país!

Com o injusto empate em casa, a Ponte Preta não conseguiu se distanciar ainda mais da zona de rebaixamento na Série B. A Macaca é a 15ª colocada, com 33 pontos ganhos. Seis a mais que o Londrina, primeiro no Z4.

Confira também: