Série B: Após crise de apendicite, volante passa por cirurgia e desfalca CRB por um mês

Jorginho apresentou sintomas de apendicite momentos antes da partida contra o Brasil de Pelotas, na última terça-feira

Jorginho apresentou sintomas de apendicite momentos antes da partida contra o Brasil de Pelotas, na última terça-feira

Por: Agência Futebol Interior, 08/06/2017

0002050247090 img

Maceió, AL, 08 (AFI) – O CRB ganhou um desfalque para os próximos da Série B do Brasileiro. O volante Jorginho foi submetido, com sucesso, a uma cirurgia para retirada do apêndice na noite desta quarta-feira. Agora, ele vai se preparar retomar os trabalhos com o elenco regatiano. Porém, o tempo de recuperação em casos como este dura de três a quatro semanas.

O atleta apresentou sintomas de apendicite momentos antes da partida contra o Brasil de Pelotas, na última terça-feira e foi hospitalizado para realização de exames, onde foi constatada a inflamação do apêndice.

Com isso, Jorginho está de fora do encontro com o Criciúma, em jogo válido pela sexta rodada da Série B, às 19h15 desta sexta-feira, no Heriberto Hülse. Além da ausência do volante, o técnico Léo Condé terá outros problemas para escalar o Galo.

Juninho foi operado e vai desfalcar o CRB nas próximas rodadas. (Foto: Douglas Araújo/Ascom CRB)

Juninho foi operado e vai desfalcar o CRB nas próximas rodadas. (Foto: Douglas Araújo/Ascom CRB)

Os também volantes Yuri e Adriano receberam o terceiro cartão amarelo na derrota por 1 a 0 para o Brasil de Pelotas e vão cumprir suspensão. Sem volantes de origem à disposição, Condé deve improvisar Danilo Pires e Audálio nas vagas em aberto.

Quem também fica de fora é o atacante Mailson, que voltou a sentir uma lesão muscular na coxa e foi vetado pelo departamento.Em compensação, Neto Baiano volta após cumprir suspensão e retorna ao time titular. O zagueiro Flávio Boaventura, que sentiu uma pancada na coxa durante a rodada passada, foi relacionado normalmente.

O CRB deve ir a campo com Juliano; Marcos Martins, Flávio Boaventura, Gabriel e Diego; Audálio, Danilo Pires, Elvis e Chico; Erick Salles e Neto Baiano.