Seleção FI do Brasileirão tem "incrível Hulk" e treinador contestado pela Fiel

O Corinthians, que venceu o Santos, colocou três representantes entre os melhores da rodada, entre eles o técnico Sylvinho

Categorias: Futebol Brasil

Por: Agência Futebol Interior, 25/11/2021

Renato Augusto está entre os melhores da 34ª rodada

Campinas, SP, 25 (AFI) – Por conta da desorganização que é a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a 34ª rodada do Brasileirão foi aberta no dia 28 de outubro e terminou apenas na última quarta-feira (24). O Atlético-MG deu mais um passo rumo ao título com a vitória sobre o Juventude, enquanto o Flamengo ainda manteve o sonho vivo ao ganhar do Internacional, em Porto Alegre.

Destaque também para a vitória do Corinthians sobre o Santos, que colocou o time comandado pelo contestado Sylvinho pela primeira vez no G4 do Brasileirão. Lá embaixo, a zona de rebaixamento continua sendo formada por Bahia, Grêmio, Sport e a Chapecoense, que não tem mais chances matemáticas de escapar da Série B.

FE7gSbZWYAw6oJl
Hulk comandou a vitória do Atlético-MG em cima do Juventude

CONFIRA A SELEÇÃO FI DA 34ª RODADA DO BRASILEIRÃO:
Walter (Cuiabá);
Igor Vinícius (São Paulo), Kannemann (Grêmio), David Luiz (Flamengo) e Arthur Henrique (Atlético-GO);
Lucas Silva (Grêmio), Renato Augusto (Corinthians) e Vina (Ceará);
Luiz Henrique (Fluminense), Jô (Corinthians) e Hulk (Atlético-MG).
Técnico: Sylvinho (Corinthians).

CONFIRA A ATUAÇÃO DE CADA JOGADOR:
Goleiro:
Walter (Cuiabá) –
Apesar de Bahia e Cuiabá terem feito um duelo de pouca criatividade na Arena Fonte Nova, em Salvador, e de não terem saído do empate sem gols, o goleiro Walter conseguiu se destacar. O camisa 1 do Dourado fez boas defesas, foi líder dentro de campo e ajudou demais a equipe a trazer um ponto do jogo fora de casa, para seguir de olho em uma vaga na Sul-Americana de 2022.

Lateral-direito:

Igor Vinícius (São Paulo)
O São Paulo pressionou o Athletico-PR, principalmente no primeiro tempo, e a maioria das jogadas ofensivas foram do lado direito. Igor Vinícius fez uma partida segura na defesa e ainda apareceu constantemente no ataque. Não é a toa que precisou ser substituído nos minutos finais por cansaço.

Zagueiro:
Kannemann (Grêmio) –
O Grêmio voltou a ter uma dupla bem experiente na zaga, com Kannemann e Pedro Geromel. O argentino teve garra e foi fundamental para que o time gaúcho anulasse a Chapecoense. Tanto que o gol sofrido foi marcado contra. Nas redes sociais, a torcida brincou e chamou o jogador de Kãonnemann, por conta da atuação de cão de guarda na defesa.

Zagueiro:
David Luiz (Flamengo) –
Teve excelente atuação na vitória por 2 a 1 diante do Internacional, que não foi tranquila como pareceu nos dez primeiros minutos. Fez bons desarmes e ainda salvou um gol em cima da linha.

20211120230232 227
Ceará e Atlético-GO fizeram um jogo equilibrado

Lateral-esquerdo:

Arthur Henrique (Atlético-GO)
Saiu do banco de reservas para substituir o lesionado Jefferson e mostrou para o técnico Marcelo Cabo que o Atlético-GO está bem servido na posição. Deu a assistência para João Paulo marcar o gol de empate contra o Ceará.

Volante:
Lucas Silva (Grêmio) –
O jogador ajudou o Tricolor a ter consistência no meio-campo e controle durante todo o jogo. Fez um golaço em chute de fora da área, abrindo o placar, e ainda deu um passe para o segundo gol do Grêmio, marcado por Thiago Santos.

Meia:
Renato Augusto (Corinthians) –
Toda a equipe do Corinthians foi bem no clássico contra o Santos, vencido com facilidade por 2 a 0, em especial o meio-campo. Ao lado de Du Queiroz e Gabriel que também jogaram bem, o experiente Renato Augusto foi o cérebro da equipe, iniciando as jogadas, sempre com passes precisos e aparecendo como homem surpresa na frente. Desde a sua chegada, o Timão é outro.

Meia:
Vina (Ceará)

Depois de uma temporada de altos e baixos, parece que reencontrou o bom futebol apresentado em 2020, quando foi um dos destaques do Brasileirão. No empate do Ceará diante do Atlético-GO, em Goiânia, Vina organizou as jogadas ofensivas e foi coroado com um gol de falta – é verdade que contou com um leve desvio da barreira.

Atacante:
Luiz Henrique (Fluminense) –
Após ser desfalque em dois jogos, voltou bem ao time e foi importante na vitória por 2 a 0 diante do América-MG. Jogou com vontade e sem medo, infernizando a defesa mineira. Ainda foi premiado com um gol, que abriu o placar no Maracanã, fechado depois por Fred.

Atacante:
Jô (Corinthians) –
O Corinthians está de volta ao G4 depois de mais de dois anos – posição que não conseguia ficar desde outubro de 2019. Muito disso graças ao atacante Jô, que foi o homem do jogo na vitória no clássico em cima do Santos, pelo placar de 2 a 0. Ele deixou sua marca e depois fez o pivô, dando a assistência para o segundo gol, que foi marcado por Gabriel.

FEvw6gSXMAQHMZG 2
Jô marcou um dos gols da vitória do clássico

Atacante:
Hulk (Atlético-MG) –
Hulk, sempre ele, o artilheiro do Brasileirão vem jogando muito e foi o grande nome na vitória do Atlético Mineiro por 2 a 0 frente ao Juventude. O atacante foi logo marcando os dois gols do duelo, que colocaram o Galo muito próximo do título nacional.

Técnico:
Sylvinho (Corinthians) –
Apesar da 34ª rodada ter tido vários destaques, o Corinthians foi o maior deles, afinal depois de muita luta, a equipe paulista conseguiu finalmente entrar no G4 do Brasileirão. Por isso e por ter vencido o clássico alvinegro contra o Santos, por 2 a 0, o técnico Sylvinho mereceu ser o comandante da Seleção FI.

Confira também: