Segundona: Após duas derrotas, Wagner Miranda pede reforços para o União Mogi

O comandante do Alvirrubro não gostou da atuação de sua equipe no último final de semana, quando acabou derrotado pelo Guarulhos

O comandante do Alvirrubro não gostou da atuação de sua equipe no último final de semana, quando acabou derrotado pelo Guarulhos

0002050308075 img

Mogi das Cruzes, SP, 17 (AFI) – Nesse sábado, jogando fora de casa, o União Mogi conheceu a sua segunda derrota seguida nas primeiras rodadas do Campeonato Paulista da Segunda Divisão ao ser derrotado pelo Guarulhos pelo placar de 2 a 1. Com um primeiro tempo bem abaixo do esperado e com dois gols sofridos na etapa inicial, o técnico Wagner Miranda avaliou como ruim a atuação da equipe.

“No primeiro tempo o time não fez um bom trabalho, aí demos a oportunidade para o adversário crescer. Tanto que eles fizeram os dois gols. O erro foi nosso time não ter jogado, não ter executado dentro do jogo o que vínhamos fazendo nos treinos. Fomos punidos mais uma vez porque não imprimimos no primeiro tempo o ritmo que imprimimos nos treinamentos” disse Miranda em entrevista a imprensa de Mogi das Cruzes.

Após duas derrotas, Wagner Miranda prepara o União Mogi em busca da primeira vitória na segundona (Foto: Guilherme Borges)

Após duas derrotas, Wagner Miranda prepara o União Mogi em busca da primeira vitória na segundona (Foto: Guilherme Borges)

Buscando chegar a formação ideal, o comandante fez as três mudanças que tinha direito no segundo tempo e com isso, o União mostrou evolução, tanto que conseguiu diminuir o placar com Ninão, aos 33 minutos da segunda etapa. Apesar disso, Wagner reconheceu que as mudanças deram ritmo da equipe mogiana após o intervalo, mas, apesar disso, crê que o elenco precisa ganhar reforços.

“Não tem como cobrar muito dos jogadores. Se não trouxer peças, vai ficar difícil. Mesmo assim, no segundo tempo imprimimos outro ritmo. Avancei mais o Emerson para compor junto com os nossos atacantes. E o Eto’o, que é um garoto leve, nós colocamos pelo lado. Como tínhamos três zagueiros e precisávamos sair para o jogo, não tinha por que ficar com os três zagueiros lá. Então deixei dois zagueiros para que nosso time fosse mais agressivo no segundo tempo”, completou o técnico.

SITUAÇÃO NA TABELA E FOCO NA PRÓXIMA RODADA
Com nenhum ponto somado devido a duas derrotas seguidas em dois jogos, o União Mogi está na vice-lanterna do Grupo 4 – na frente apenas do Atlético Mogi, que fica atrás dos critérios de desempate no saldo de gols (-2 contra -8). Focado na primeira vitória, o Alvirrubro volta a campo nesse sábado, às 15h, quando enfrenta o Paulista no Estádio Jaime Cintra, em Jundiaí.