Nesta semana o assunto são os jogos decisivos pelas Eliminatórias da Copa do Catar

Rodada do meio da semana deverá definir a classificação de mais seleções para o Mundial em Doha, no Catar

Categorias: Colunas

Por: Vicente Dattoli, 22/03/2022

Maracana Brasil 2022
Brasil e Chile se enfrentarão no Maracanã na próxima quinta-feira

Portal Futebol Interior traz mais uma interessante coluna semanal do jornalista Vicente Dattoli, abortando temas relacionados a Copa do Mundo de 2022.

Este Rumo a Doha é renovado, semanalmente, às terças-feiras. Isso significa dizer que todos os jogos e definições que possam ocorrer neste dia 24 de março, quinta-feira, só poderão ser avaliados ou discutidos na próxima semana.

E o que eu tenho com isso, dirá o leitor que me acompanha e espera novidades?

Bem… Realmente a culpa não é de ninguém, e só demonstra como é complicado fazer-se jornalismo atualmente, concorrendo com redes sociais e a velocidade da informação, que reduziu o planeta, realmente, a uma bolinha de gude.

Como não posso falar das eliminatórias que estão rolando, ou melhor, não posso dizer se a Itália segue em frente ou não; se Cristiano Ronaldo já perdeu a chance de disputar seu último Mundial; ou se o Canadá, efetivamente, voltou à Copa do Mundo, vamos falar das Eliminatórias sul-americanas e de Brasil!

SELEÇÃO BRASILEIRA NA QUINTA-FEIRA

Sim… Temos seleção brasileira nesta quinta-feira. E no Maracanã, o que, me perdoem os amigos do restante do país, é o mais importante. Digo isso porque, efetivamente, o Maracanã é o grande palco da seleção brasileira – mesmo ela já estando classificada e jogando sabe-se lá para quê.

Na realidade, essa afirmativa anterior é cruel. Não para com o Brasil, mas para o Chile, nosso rival neste antepenúltimo jogo das Eliminatórias sul-americanas para o Mundial do Qatar. Com um time, digamos, envelhecido, o Chile jogará suas últimas esperanças em chegar à Copa. Se não derrotar o Brasil, adeus – sorte de Uruguai e Peru.

Hoje os chilenos ainda tentam aquela vaga da repescagem – mais do que isso seria um milagre de todos os santos. E por isso podemos ter uma partida interessante. E é bom que Tite e seus comandados tenham isso em mente: se o jogo não vale nada para o Brasil, vale, e muito, para o Chile.

Maracana Brasil 2022
Brasil e Chile se enfrentarão no Maracanã na próxima quinta-feira

RODADA IMPORTANTE PARA MUITAS SELEÇÕES 

Aliás, se esta rodada não tem valor para Brasil e Argentina, já classificados, vale muito para Equador, Chile, Uruguai, Peru e, até, Colômbia. E os secadores ficarão ligados à toda – a Conmebol teve o cuidado de marcar todas as partidas começando às 20h30 (horário de Brasília), daí o horário pouco habitual para a seleção em território nacional.

Os equatorianos podem garantir de vez a vaga. Digo isso porque não dá para imaginar que em dois jogos o Equador não consiga ao menos um ponto ou que a combinação de resultados seja tão ruim que posso tirá-lo da Copa.

Os outros citados precisam jogar e torcer. A pior situação, claro, é da Colômbia. Tem de vencer seus dois jogos restantes e torcer para que uruguaios, peruanos e chilenos deixem pontos pelo caminho. E isso para conseguir ir à repescagem. Difícil, difícil mesmo.

O Uruguai, se bater o Peru no Centenário, garante sua vaga. O estádio de Montevidéu deverá ser aquele caldeirão fervente que ninguém gosta de enfrentar. Ciente que essa pressão contra pode tornar-se uma arma caso os donos da casa não consigam marcar, a seleção peruana já avisou que vai jogar atrás. 

Um empate praticamente elimina o Chile (aquele Chile que estará jogando no Maracanã contra o Brasil) e deixa a confirmação da vaga para a última rodada, quando receberá o eliminado Paraguai em casa. Jogo de paciência.

E antes que pensem que estou louco ao dizer que a partida contra o Chile é a antepenúltima do Brasil, lembro que devemos uma partida, aquela contra a Argentina, que deverá, mesmo, ser realizada na Europa em junho.

Vicente Dattoli é Jornalista Esportivo há mais de 30 anos. Sua primeira Copa do Mundo como profissional de imprensa foi na Itália, em 1990, quando entrevistou Diego Maradona logo após o argentino eliminar o Brasil no Estádio Delle Alpi, que nem existe mais.

Já participou da cobertura de todos os chamados grandes eventos esportivos do planeta, incluindo Jogos Olímpicos, Mundiais de vôlei, basquete, natação, handebol, Fórmula 1, motociclismo, Fórmula Indy, etc.

Se pudesse se definir, diria, apenas, que é um apaixonado pelos Esportes.

Vicente Datolli
Vicente Datolli é um dos Colunistas do Portal FI