Renato Cajá sente lesão e desfalca Ponte de última hora

O meia de 33 anos disputou apenas 22 partidas pela Macaca nesta temporada

O meia de 33 anos disputou apenas 22 partidas pela Macaca nesta temporada

Por: Agência Futebol Interior, 22/09/2017

0002050269105 img

Campinas, SP, 22 (AFI) – O técnico Eduardo Baptista ganhou uma baixa de última hora para o jogo de domingo, contra a Chapecoense, na Arena Condá, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com dores na panturrilha, o meia Renato Cajá não viajou com a delegação da Ponte Preta para Chapecó.

O confronto na Arena Condá reúne dois times que foram eliminados durante a semana na Copa Sul-Americana e lutam contra o rebaixamento no Brasileirão. Ponte Preta e Chapecoense estão com 28 pontos, mas o Verdão do Oeste leva vantagem no número de vitórias (8 contra 7).

“A Ponte Preta informa que, em decorrência de dores na panturrilha no treino de hoje (22), o meia Renato Cajá não viajou com a equipe para Chapecó. O jogador ficou em Campinas para que se recupere mais rapidamente e esteja à disposição para as próximas partidas”, comunicou a assessoria de imprensa da Macaca.

Renato Cajá está passando mais tempo no departamento médico da Ponte Preta do quem em campo nesta temporada - Fábio Leoni/Ponte Press

Renato Cajá está passando mais tempo no departamento médico da Ponte Preta do quem em campo nesta temporada

Renato Cajá, de 33 anos, foi contratado no início do ano junto ao Bahia para ser o camisa 10 da Ponte Preta, mas passou mais tempo no banco de reservas do que em campo.

Neste período, são apenas 22 jogos com a camisa alvinegra e um gol marcado.

O treinador já não poderia contar com o goleiro Aranha (lesionado), o volante Elton (suspenso) e o atacante Emerson Sheik (lesionado).

NOVO ESQUEMA ?
Com a baixa de Renato Cajá, o meia Léo Artur foi relacionado na delegação que seguiu à tarde para Chapecó, saindo do Aeroporto de Viracopos, em Campinas.

A ausência de Cajá deve ser suprida por outro volante, provavelmente Wendel. Outros dois jogadores da posição estão disponíveis: Jadson, liberado pelos médicos, e Jean Patrick.

Mas a opção por três volantes, permite a escalação de três atacantes que já atuaram diante do Sport: Felipe Saraiva, Léo Gamalho e Lucca. Todos estão em alta. Saraiva, formado na base, tem 19 anos, é muita velocidade.

Gamalho, vindo do Goiás, fez dois gols em quatro jogos e Lucca voltou a balanças as redes contra o Sport depois de oito jogos de jejum. Ele é o artilheiro do time no Brasileiro, com 10 gols, e na temporada, com 21 gols.

A provável formação da Ponte Preta é esta:
João Carlos;
Nino Paraíba, Marllon, Luan Peres e Danilo Barcelos;
Naldo, Fernando Bob e Wendel;
Felipe Saraiva, Léo Gamalho e Lucca.