Rebaixado na Série C, clube paulista amarga a quarta queda nos últimos cinco anos

Queda para a Série D é a segunda seguida nas divisões do Brasileirão

Oeste não disputava a Série D, última divisão nacional, desde a longínqua temporada de 2011

Categorias: Futebol Interior

Por: Agência Futebol Interior, 05/09/2021

IMG 20210905 WA0021 1
Oeste cai para a Série D. (Foto: YFC / GIRAMUNDOS.BR)

Barueri, SP, 05 (AFI) – O Oeste se especializou em rebaixamentos nos últimos anos. Primeiro clube a cair na Série C do Campeonato Brasileiro, o time de Barueri amargou sua quarta queda em divisões nacionais e estaduais nas últimas cinco temporadas.

Na manhã deste domingo, o Oeste foi derrotado pelo Ypiranga, por 2 a 0, em Erechim, e caiu com três rodadas de antecedência. Com o resultado negativo, a décima derrota em 15 jogos, o Oeste se manteve na lanterna do Grupo B com sete pontos. O clube paulista até pode chegar aos 16 pontos do Mirassol, primeiro clube fora da degola, mas não alcança o número de vitórias do rival (1 a 5).

O Oeste não disputava a Série D, última divisão nacional, desde a longínqua temporada de 2011, quando subiu com a quarta melhor campanha. A queda para a Série D é a segunda seguida nas divisões do Brasileirão. Em 2020, o Oeste já havia sido rebaixado na Série B. No ano passado, aliás, a dor de cabeça foi dobrada.

O time de Barueri também foi degolado no Paulistão de 2020. Antes, em 2016, o Oeste também foi rebaixado à Série A2 do Paulistão. São quatro quedas nas divisões do Brasileirão e do Paulistão em apenas cinco anos.

Na 16ª rodada, cumprindo tabela, o Oeste, no sábado (11), às 15 horas, enfrentará o Ituano no Novelli Júnior, em Itu.

Confira também: