Série B: Ponte Preta terá reforço de artilheiro para brigar pela liderança

João Brigatti contará com a volta de João Paulo, mas terá quatro problemas na sexta-feira

Publicado em .

João Brigatti contará com a volta de João Paulo, mas terá quatro problemas na sexta-feira

Campinas, SP, 10 (AFI) - A Ponte Preta contará com a volta do meia João Paulo no duelo contra o Avaí em que poderá assumir a liderança da Série B do Campeonato Brasileiro nesta sexta-feira, às 19h15, na Ressacada, em Florianópolis, pela nona rodada.

Artilheiro do time com cinco gols, João Paulo não esteve na vitória, por 1 a 0, contra o Botafogo por estar suspenso, mas agora, será titular na vaga de Dawhan. O técnico João Brigatti ainda contará com a volta do meia Luan Dias, recuperado de dores no pé. Ele, porém, ficará como opção no banco de reservas.

Artilheiro está de volta. (Foto: Divulgação)
Artilheiro está de volta. (Foto: Divulgação)
Nem tudo, porém, são boas notícias. A Ponte Preta terá quatro desfalques. O zagueiro Luizão, os meias Camilo e Vinicius Zanocelo e o atacante Zé Roberto não estarão em Florianópolis. O defensor recebeu o terceiro cartão amarelo e será substituído por Alisson.

DESFALQUES!
Camilo, enquanto isso, continua no departamento médico por causa de um edema muscular na coxa esquerda. Zanocelo está na etapa de transição após se recuperar de um edema muscular na coxa esquerda. Já Zé Roberto estava com Covid-19, perdeu quatro quilos e ficou parado por dez dias. No ataque, por opção, Guilherme Pato deverá dar espaço a Bruno Rodrigues.

Animada pela vitória na rodada passada e com os tropeços dos rivais, a Ponte Preta aparece na sexta colocação com 14 pontos, três a menos do que o líder Paraná. Uma vitória simples colocará os paulistas na ponta.

Nesse cenário, Paraná e Ponte Preta teriam as mesmas cinco vitórias e os mesmos quatro gols de saldo, sendo que o time de Campinas leva vantagem no número de tentos marcados (13 a 11).

PONTE PRETA -
Ivan; Apodi, Wellington Carvalho, Alisson e Guilherme Lazaroni; Luis Oyama, Neto Moura e João Paulo; Moisés, Bruno Rodrigues e Matheus Peixoto.