Por contribuição ao mundo da vela, Martine Grael recebe Prêmio Magnus Olsson 2021

A premiação é concedida anualmente a uma pessoa que tenha feito uma contribuição importante ao mundo da vela

Categorias: Outros Esportes

Por: Agência Estado, 04/01/2022

martine

São Paulo, SP, 04 – A velejadora brasileira Martine Grael, bicampeã olímpica (Rio-2016 e Tóquio-2020), foi escolhida pela Fundação Mange Olsson para receber o Prêmio Magnus Olsson 2021. A premiação é concedida anualmente a uma pessoa que tenha feito uma contribuição importante ao mundo da vela, de preferência com o espírito único e o entusiasmo de Magnus Olsson, velejador sueco que dá nome à instituição.

Concedido pela primeira vez a seu pai Torben Grael em 2014, Martine segue Ben Ainslie, Stan Honey, Santiago Lange, Grant Dalton, Carolijn Brouwer e Peter Burling como ganhadores do prêmio.

“Minha memória mais clara do Magnus é na Volvo Ocean Race de 2008-2009, quando ele era o capitão do Ericsson 3 e meu pai era o capitão do Ericsson 4. Durante a viagem de hospitalidade em uma das escalas, Magnus levou alguns clientes e eu consegui pegar uma carona no barco”, contou Martine.

martine
Martine Grael

“Ele era um cara tão agradável e otimista que fez uma conexão genuína com seus companheiros de tripulação e os patrocinadores a bordo durante o dia. Claro, eu também ouvi muitas histórias sobre ele, e parece que ele fez todos se sentirem especiais”, finalizou.

FUNDAÇÃO

A Fundação Mange Olsson relembrou as conquistas de Martine Grael em Jogos Olímpicos e a disputa da Volvo Ocean Race 2017-2018 para chancelar a escolha da velejadora para o prêmio. De acordo com o anúncio, a brasileira tem o histórico de ser uma verdadeira vencedora e demonstrou força para entregar uma performance de alto rendimento nos momentos mais importantes em várias disciplinas da vela.

A Fundação destacou ainda a mentalidade vencedora e a abordagem atenciosa de Martine, que é uma inspiração para pessoas de todas as idades no Brasil e no mundo. E que, assim como Mange, sua dedicação e amor constantes pela vela estão ajudando a desenvolver o esporte e a fazer uma diferença positiva.

Confira também: