PARAENSE: Remo vence Tuna Luso nos pênaltis e está na final

O Placar Ao Vivo do Futebol Interior acompanha todos os jogos da competição

Categorias: Estaduais

Por: O Liberal, 29/03/2022

remo

Belém, PA, 29 (AFI) – O Remo confirmou a classificação à final do Campeonato Paraense ao derrotar o Tuna Luso nos pênaltis, após derrota por 1 a 0 no tempo normal, na noite desta terça-feira, no estádio Benão.

Com a vitória, o Remo aguarda o conronto entre Paysandu e Águia do Marabá para conhecer seu adversário na final. No jogo de ida, o Papão venceu por 3 a 1.

EMPATE!

A condição de jogar pelo empate não fez com que os azulinos se acomodassem em campo. Quando o árbitro Djonaltan Costa marcou o início de jogo, o Clube do Remo partiu para o ataque. Em menos de 10 minutos os remistas já tinham criado três oportunidades, incluindo o gol anulado pela assistente de arbitragem. 

O revide da Tuna veio aos 15, em cobrança de falta de Léo Rosa, o goleiro Vinícius precisou se esticar, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora. Depois dos 20 minutos o jogo ficou mais aberto, com a Tuna aproveitando os contra-ataques. Aos 25, Paulo Rangel recebeu bola enfiada no campo adversário e por pouco não encobriu Vinícius, que segurou a bola e repôs jogada de ataque, que também culminou em ótima chance, após Bruno Alves completar cruzamento de cabeça. A bola bateu na trave e Victor Lube defendeu. 

remo
Remo passa pelo Tuna Luso

OLHO O TUNA!

Na etapa complementar, os dois times vieram com modificações, mas o destaque continuou na performance de Victor Lube, que evitou o primeiro gol azulino aos 4 minutos, após chute cruzado de Marco Antônio. Aos 20, o Clube do Remo teve duas jogadas em sequência. Os jogadores viram falta da zaga tunante, mas a arbitragem mandou seguir. 

A redenção veio aos 31, pelos pés do artilheiro do Parazão, Paulo Rangel. O atacante recebeu bola pela esquerda, avançou e chutou cruzado, no canto esquerdo de Vinícius, 1 a 0. Rangel chegou ao oitavo gol no Parazão, deixando o adversário enlouquecido.

O 1 a 0 deixou a partida nervosa. O Remo se lançou ao ataquem enquanto a Tuna segurava a partida, ora com ataques, ora com o jogo parado. Brenner ainda perdeu uma chance sozinho na pequena área, após o cabeceio sair pela linha de fundo. O drama azulino parecia não ter fim. Para piorar, a decisão da vaga ficou para as penalidades máximas, depois de nada menos que 14 cartões amarelos distribuídos entre os times. 

PÊNALTIS

Com a vitória, a Tuna Luso levou a decisão para os pênaltis. Os treinadores relacionaram seus cobradores, que partiram para o tudo ou nada. Do lado tunante, Kauê cobrou e perdeu. Pelo lado azulino, Brenner marcou. Michel descontou para a Tuna. Bruno Alves bateu e colocou o Remo em vantagem. A Tuna voltou a marcar com Luan. Marlon voltou a colocar o Remo na frente. Na cobrança de Jaime, Vinícius defendeu e na última cobrança de Paulinho Curuá, o Remo marcou e garantiu vaga na grande final do Parazão.

Finalizado
Paysandu-PA
PAY
2 0
Águia-PA
AGM
Finalizado
Remo-PA
REM
0 1
Tuna Luso-PA
PA

Confira também: