Sérgio Carvalho - Brasil não tem adversário nas Eliminatórias Sul-Americanas

Acho que nunca foi tão fácil para o Brasil garantir sua vaga numa Copa. Somos líderes disparados após seis rodadas.

por SÉRGIO CARVALHO - - - Campinas

A Seleção Brasileira disputou seu sexto jogo pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo e ganhou de novo. Até agora foram seis vitórias, dezoito pontos ganhos, nenhum perdido e liderança isolada com seis pontos a mais do que a irregular Argentina de Lionel Messi. Acho que nunca foi tão fácil para o Brasil garantir sua vaga numa Copa.

O caminho está mais do que aberto e seus próximos adversários parecem não ter a mínima chance de vencê-lo ou pelo menos de tirar-lhe um ponto num dos próximos jogos. A seleção de Tite é disparada a melhor das Eliminatórias e pode chegar ao final da disputa quebrando vários recordes(de vitórias, de gols marcados, de defesa menos vazada e talvez até de goleiro menos vazado e do artilheiro da competição).

NEYMAR E CIA DERRUBARAM TABU QUE DURAVA DESDE 1985
NEYMAR E CIA DERRUBARAM TABU QUE DURAVA DESDE 1985

MÉRITO DE QUEM ?
Mérito de Tite ou dos jogadores? Em parte. O Brasil não tem feito grandes exibições mas tem vencido com méritos os jogos que disputou até agora. Na verdade, a sequência de bons resultados me parece muito mais prova da fragilidade dos adversários do que de uma grande fase do técnico e de seus jogadores.

As vitórias têm ocorrido sem muito esforço. No jogo contra o Paraguai, na última terça-feira, Neymar já marcou um gol logo de cara, o que deixou o time da casa totalmente perdido em campo.

Depois veio o segundo gol e a concretização da sexta vitória brasileira neste torneio classificatório para a próxima Copa do Mundo. Os paraguaios correram, esforçaram, mas faltou competência para eles ao menos marcarem um gol de honra, como certamente seus torcedores gostariam.

OS DESTAQUES

Richarlison e Neymar: destaques no Paraguai
Richarlison e Neymar: destaques no Paraguai


Como detalhe deste jogo destaco a presença de Gabriel Jesus, que jogou como falso ponta direita e teve bons momentos na partida. Neymar não brilhou demais, mas fez um dos gols do jogo (Lucas Paquetá fez o segundo).

Na defesa todos foram bem. Do meio campo para frente, Richarlyson foi o que mais apareceu.

No time paraguaio ninguém brilhou. Foi um time guerreiro e nada mais. Time que até pode se classificar para a próxima Copa, mas precisa melhorar seus resultados dentro de casa. No aspecto tático nenhuma novidade.

Como sempre, Tite pediu muita atenção de seus jogadores no combate ao adversário que estivesse com a bola e muita velocidade na hora de tentar o contra ataque.

Algo que é típico do ex treinador do Corinthians, que sempre gostou de arrumar seus times a partir da defesa. Nestas Eliminatórias, pelo menos, está dando certo.

NEYMAR SE IGUALA A ZICO E ROMÁRIO

DERROTA DO EQUADOR
Além de Brasil e Paraguai, jogo disputado em Assunção, mais quatro jogos foram disputados na terça feira. O Equador, que vinha bem, perdeu para o Peru, em casa, por 2 a 1. Uma zebra. A Venezuela empatou sem gols com o Uruguai.

A Colômbia chegou a levar dois gols da Argentina mas recuperou-se e no fim do jogo conseguiu o empate (2x2). O Chile tropeçou na frágil Bolívia, em Lima, numa demonstração que já não tem mais a mesma força de antes, mesmo jogando em casa.

Depois destes jogos a classificação ficou assim. Brasil em primeiro lugar com 18 pontos ganhos. Argentina, 12. Equador, 9. Uruguai e Colômbia, 8. Paraguai, 7. Chile, 6. Bolívia 5. Venezuela e Peru, 4.

Em julho serão disputadas mais duas rodadas das Eliminatórias. Conmebol divulgará nos próximos dias quais serão os jogos e quais as datas e horários.

SÉRGIO CARVALHO - -
Sérgio Carvalho é um dos ícones do jornalismo esportivo brasileiro. Sua coluna ganhou mais de cincoenta prêmios durante o período em que foi publicada pelo Diário de São Paulo (antigo Diário Popular) durante mais de vinte anos. Hoje é um dos pontos de referência entre os colunistas do Futebol In
Veja perfil completo
Veja todos