Santos e São Paulo vão fazer o principal duelo entre os paulistas no Brasileirão

FOSSE no Morumbi e diria que o São Paulo teria um certo favoritismo. Mas na Vila, onde o Santos sempre produz mais...

por SÉRGIO CARVALHO - - - Campinas

SANTOS e São Paulo disputam o jogo mais importante entre os clubes paulistas que participam da Série A do Brasileirão. Eles jogam a partir das 16 horas, na Vila Belmiro, numa partida em que o Peixe tenta buscar mais três pontos para chegar cada vez mais perto da classificação para a Copa Libertadores de 2019.

De outro lado, o Tricolor paulistano briga não só para vencer seu tradicional adversário, mas também ganhar os três pontos necessários para continuar entre os dois primeiros clubes do campeonato ao lado do Inter, que joga segunda feira em Chapecó.

São Paulo leva vantagem quando joga no Morumbi
São Paulo leva vantagem quando joga no Morumbi

FOSSE no Morumbi e diria que o São Paulo teria um certo favoritismo. Mas na Vila, onde o Santos sempre produz mais e onde o time tem feito boas exibições depois da chegada de Cuca, a possibilidade de uma vitória do dono da casa não está fora de cogitação.

Será portanto um clássico do jeito que o torcedor gosta, com muita aplicação, muitas jogadas bonitas e muito empenho em busca da vitória. Em tese, o estádio deve estar cheio não só porque o Santos está em fase ascendente e o São Paulo faz brilhante campanha na série A deste ano.

C * U * R * T * A * S

* PELO lado do alvinegro praiano, destaque para Vanderlei, um dos melhores goleiros do País e para Gabigol, que depois de uma fase negativa voltou a fazer gols em todos os jogos e começou a firmar-se como um dos artilheiros do campeonato.

Em relação ao time de Diego Aguirre, a expectativa é que ele volte a jogar um futebol mais

Gabigol tem feito os gols necessários ao Peixe
Gabigol tem feito os gols necessários ao Peixe

eficiente, algo que não aconteceu ainda nas primeiras rodadas do segundo turno. Destaque tricolor fica por conta da dupla Nenê e Diego Souza, que lideram e são os artilheiros do clube. Defesa praiana que se cuide.

* TODOS os jogos da vigésima sexta rodada do Brasileirão. Neste sábado, Ceará x Vitória, Grêmio x Paraná e Vasco x Flamengo (clássico carioca). Favoritismo do Ceará, Grêmio e Flamengo. No domingo às 11 horas, Botafogo x América MG.

A partir das 16 horas, Cruzeiro x Atlético MG (clássico mineiro), Bahia x Palmeiras, Corinthians e Sport, no Itaquerão, as 19 horas. Na segunda feira, Chapecoense x Internacional. Nestas partidas, há equilíbrio no jogo do Botafogo. No clássico, o Galo joga completo e é favorito. Cruzeiro poupa jogadores.

CABEÇA A CABEÇA

* ANTES desses jogos a classificação está assim. O Inter é líder com 49 pontos. O São Paulo também tem 49 mas perde no saldo de gols. O Palmeiras está perto com 46. Depois vem Flamengo com 44, Atlético MG e Grêmio com 41.

Cruzeiro com 33, Santos e Fluminense com 31, Corinthians e América Mineiro com 30, Vitória com 29, Bahia com 28, Atlético PR com 27, Botafogo, 26, Vasco da Gama, Sport Recife e Ceará com 24, Chapecoense com 22 e Paraná com 16. Prá mim o Paraná já caiu. O time de Chapecó também caminha para ser rebaixado.

FORTALEZA CAIU DE PRODUÇÃO

* O FORTALEZA que caiu muito de produção escapou de perder o primeiro lugar com a derrota do CSA, em casa, diante do Vila Nova, de Goiás. Resultado final, CSA 1 x Goiás 2. Esse jogo foi disputado na última terça feira.

Nesta quinta o Guarani enfrenta o Juventude, em Campinas, as 21 horas. Na sexta jogam Coritiba x Londrina, Figueirense x São Bento, as 20 horas e Sampaio Correa x Fortaleza. No sábado, Brasil x CRB, Criciúma x Avaí, Boa Esporte x Paysandu, Goiás x Atlético-GO e Oeste x Ponte Preta, a partir das 21 horas. Um jogão.

Criciúma derrubou o líder Fortaleza em Santa Catarina
Criciúma derrubou o líder Fortaleza em Santa Catarina

* A LIDERANÇA da Série B, como disse acima, ainda é do Fortaleza, com 47 pontos ganhos (pode ir para 50 se vencer o Sampaio nesta semana). Em segundo está o CSA com 46. O Atlético GO e o Vila Nova tem 43.

O Goiás e o Avaí, 42. Guarani e Figueirense, 38. Coritiba, 36. Ponte Preta, 35. São Bento e Oeste, 34. Londrina, 33. Criciúma, 32. CRB e Paysandu, 29. Brasil de Pelotas e Juventude, 28. Boa Esporte, 24 e Sampaio Correa, 22.

Como se percebe, nos cinco primeiros lugares estão quatro clubes de Goiás além do Fortaleza do Ceará.

BRINCADEIRA DE MAU GOSTO

* NÃO SEI se vocês assistiram, mas eu vi e não gostei da Seleção Brasileira que enfrentou El Salvador, em amistoso disputado em Washington, Estados Unidos, na última terça feira. Placar final, 5 a 0 para o time dirigido por Tite.

NEYMAR - estrela sem controle emocional
NEYMAR - estrela sem controle emocional

Uma boa vitória, mas sem nenhum significado especial. A verdade é que a Seleção jogou contra o vento, porque El Salvador tem um time medíocre e poderia até ter sido derrotado por placar mais elástico. Curioso é que Tite tentou valorizar a vitória dizendo que o "Brasil voltou as suas origens ao conseguir a goelada".

* TIME deve imaginar que os jornalistas esportivos são imbecis e os torcedores também nada entendem do que é golear um grande adversário ou vencer por muitos gols um time fraquíssimo como El Salvador. Não foi um teste. Foi uma brincadeira.

E brincadeira de mau gosto porque custou caro para quem pagou ingresso para ver a partida na capital norte americana. Foi uma propaganda enganosa dizer que seria um grande jogo colocando frente a frente um time que tem história contra outro que nada significa no ranking mundial desse esporte.

SEM ANÁLISE

*A VERDADE é que nem o amistoso contra os Estados Unidos, nem o contra El Salvador, serviu para analisar a produção dos jovens convocados por Tite. Eles correram, jogaram, fizeram bonitas jogadas, mas não tiveram pela frente um time com as mínimas condições técnicas para enfrenta-los.

Pior é que em outubro a Seleção fará outro amistoso desse nível, contra a Seleção da Arábia Saudita. Ainda bem, que logo em seguida, o adversário será a Argentina, que pelo menos tem história e tem condições de exigir mais da nova Seleção Brasileira.

* QUANTO aos jogadores utilizados por Tite, vamos começar por Neymar. Ele até jogou bem, mas não teve adversário pela frente. Nos dois amistosos fez gol e vestiu a tarja de capitão. Tentou mostrar maior equilíbrio emocional, mas nem isso pode ser considerado mérito, porque afinal ele não teve adversários de qualidade pela frente.

Quanto ao fato de ser o capitão definitivo da Seleção, eu me coloco contra essa ideia. Ele não tem equilíbrio emocional. Sempre se perde quando a corda aperta. Não lhe daria esse privilégio, Mas Tite promete insistir no erro.

ALGUNS BRILHARAM

Richarlison brilhou com dois gols
Richarlison brilhou com dois gols

* MESMO sem ter um sparring à altura, alguns jogadores brilharam. Um deles foi o atacante Richarlison, que fez dois gols contra El Salvador e mostrou qualidade no arremate. Artur, ex Grêmio, também jogou como veterano.

Marquinhos foi titular da zaga e mostrou postura de líder dessa nova geração. Douglas Costa provou ser um ótimo atacante. Não foram bem o lateral Alex Sandro e o meia Willian. Acho que ambos não serão mais chamados daqui para frente. Quanto a Paquetá e Dedé, acho que foram bem. Merecem continuar no elenco da Seleção.

* O ZAGUEIRO Militão, que foi do São Paulo, jogou tranquilo quando escalado. Jogou como se estivesse no São Paulo onde começou a jogar bola (hoje está no Porto). No segundo tempo foi deslocado para o miolo da zaga e também jogou com desembaraço.

Acho que vai ser mantido entre os vinte e dois jogadores chamados por Tite. Nos jogos de outubro, dias 12 e 16, contra Arábia e Argentina, o técnico promete não chamar jogadores que atuam no futebol brasileiro. Menos mal. Assim os clubes não ficarão uma semana sem seus titulares.

SÉRGIO CARVALHO - -
Sérgio Carvalho é um dos ícones do jornalismo esportivo brasileiro. Sua coluna ganhou mais de cincoenta prêmios durante o período em que foi publicada pelo Diário de São Paulo (antigo Diário Popular) durante mais de vinte anos. Hoje é um dos pontos de referência entre os colunistas do Futebol In
Veja perfil completo
Veja todos