Novorizontino reclama novamente da arbitragem. Veja vídeo

Time teve dois jogadores expulsos na partida deste sábado

Time foid errotado pelo Tombense e teve dois atletas expulsos

Categorias: Futebol Interior

Por: Agência Futebol Interior, 18/06/2022

52155944551 7e62d11ffe k 1

Novo Horizonte, SP, 18 (AFI) – Critérios duvidosos do VAR e da arbitragem complicam Tigre, que acaba cedendo a vitória por 3×1 à equipe mineira

O Grêmio Novorizontino sofreu com critérios duvidosos da arbitragem e do VAR, teve dois atletas expulsos de maneira exagerada, e acabou não pontuando diante da Tombense, no Estádio Jorge Ismael de Biasi. Os mineiros venceram o duelo válido pela 13ª rodada da Série B por 3×1. Renatinho e Nenê Bonilha (2x) marcaram para os visitantes, Quirino anotou o gol do Tigre.

Ainda na primeira etapa o árbitro de vídeo recomendou a revisão de uma dividida no meio-campo e acabou fazendo a arbitragem de campo voltar atrás em sua decisão inicial e expulsar Gustavo Bochecha. Na etapa final, novamente de maneira muito rígida, o árbitro expulsou Léo Baiano e comprometeu as intenções do Tigre na partida, que vinha melhor em busca da vitória.

CONFIRA O PRONUNCIAMENTO DO PRESIDENTE

O Novorizontino começou a partida controlando as ações no Jorjão. A equipe mantinha a posse de bola e chegou ao gol de Felipe Garcia aos 6 minutos, em finalização rasteira de Cléo Silva, defendida pelo goleiro. Pouco depois, em novo chute de Cléo, o Tigre por pouco não abriu o placar. A finalização saiu forte, no centro, e Felipe voltou a espalmar.

Apesar do início forte do Tigre, a Tombense chegou ao primeiro gol aos 19 minutos. Em disputa na grande área, a bola sobrou para Renatinho, que bateu e marcou.

Seis minutos depois, Quirino aproveitou rebote de chute na trave de Rômulo e, de cabeça, igualou o marcador para fazer justiça ao que se desenrolava em campo.

Ainda na primeira etapa o Tigre teve oportunidade de virar, novamente com Quirino, mas o centroavante não alcançou cruzamento na boca de gol.  Os minutos finais do 1º tempo o VAR chamou o árbitro para rever uma dividida e prejudicou o Tigre ao induzir a expulsão equivocada de Gustavo Bochecha.

No 2º tempo, mesmo em desvantagem numérica, o Novorizontino seguiu dominante no jogo e esteve próximo da virada em diversos momentos. No ponto alto, Willeam Lepo bateu de fora da área, a bola explodiu na trave e não entrou. Pouco antes, Douglas Baggio já havia assustado o goleiro Felipe Garcia em finalização no alto que tirou tinta da trave.

Novamente em lance duvidoso, a arbitragem optou por aplicar o 2º amarelo em Léo Baiano e, assim, coube ao Novorizontino terminar a partida com 2 jogadores a mesmo em relação ao adversário. Com dificuldade de reposicionar a equipe bastante desfalcada, o Novorizontino acabou cedendo dois gols para a Tombense.

Na próxima rodada o Novorizontino enfrenta o Bahia, na Arena Fonte Nova, em Salvador

Confira também: