Luto! Ex-árbitro da CBF e importante cronista mineiro morre em Belo Horizonte

Era também presidente da Academia de Ciências Letras e Artes de Congonhas (ACLAC)

Em nota oficial, o prefeito de Congonhas, Cláudio Antônio de Souza (Dinho), lamentou a perda

Categorias: Luto!

Por: Agência Futebol Interior, 25/10/2021

image 8
Faleceu nesta segunda-feira José Alberto Teixeira dos Santos

Campinas, SP, 25 (AFI) – Faleceu nesta segunda-feira José Alberto Teixeira dos Santos, ex-árbitro do quadro da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e da Federação Mineira de Futebol (FMF), além de cronista esportivo. Era também presidente da Academia de Ciências Letras e Artes de Congonhas (ACLAC), local onde será o velório, a partir das 15h, restrito a familiares e amigos próximos.

Advogado, escritor, jornalista e árbitro de futebol profissional, José Alberto era filho do primeiro prefeito de Congonhas, Alberto Teixeira dos Santos Filho, e irmão de Afonso Alberto, importante cronista esportivo mineiro e diretor da Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (ABRACE).

Autor de artigos e poesias, e membro de várias entidades culturais, recebeu diversas medalhas e condecorações como a Comenda Antônio Francisco Lisboa, a maior honraria do município, e a Ordem do Mérito Legislativo, outorgada pelo Assembleia Legislativo de Minas Gerais.

PREFEITO DE CONGONHAS LAMENTA

Em nota oficial, o prefeito de Congonhas, Cláudio Antônio de Souza (Dinho), lamentou a perda.

“A Administração Municipal se solidariza com a família do Dr. José Alberto Teixeira dos Santos – Presidente da Academia de Ciências Letras Artes de Congonhas (ACLAC), pelo seu falecimento, ocorrido nesta manhã, em Belo Horizonte.

Sentimos, profundamente, a partida deste ser humano excepcional, que amou nossa terra e o nosso povo de forma inequívoca e que esteve sempre presente nas manifestações religiosas, sociais e institucionais de Congonhas.

Registramos a nossa gratidão a esse genuíno congonhense, pelo seu testemunho de fé, orgulho e amor; pela sua vida dedicada à nossa cultura, história e arte. Pelas suas declarações, diárias, de amor a esta terra “Patrimônio Cultural do mundo”.