Luís Castro veste camisa e espera 'Botafogo com alma'

"Chegamos para trabalhar em um clube de grande dimensão. Os clubes com alma são sempre clubes onde podemos desenvolver melhor nosso trabalho"

Categorias: Grandes clubes do Brasil

Por: Agência Estado, 27/03/2022

botafogo luis castro
Foto: Vitor Silva/BFR

Rio de Janeiro, RJ, 27 – Novo técnico do Botafogo, Luís Castro desembarcou no Rio de Janeiro na manhã deste domingo e foi recebido por cerca de 50 torcedores no Aeroporto do Galeão. Ao lado de John Textor, investidor do clube, o português parou para falar com a imprensa e trocou o blazer que vestia por uma camisa botafoguense, dada a ele por um torcedor. Além disso, posou com bandeiras do time e de uma torcida organizada.

“Chegamos para trabalhar em um clube de grande dimensão. Os clubes com alma são sempre clubes onde podemos desenvolver melhor nosso trabalho, e venho nessa expectativa. Sei que temos torcedores que são muito fiéis ao clube, que querem vencer e ter sucesso, e nos identificamos muito com isso. Agora é trabalhar, trabalhar e trabalhar”, comentou o técnico.

Anunciado oficialmente na sexta-feira pelo Botafogo, o treinador chegou a estar na mira de outros clubes brasileiros, como Atlético-MG e Corinthians. No caso do time paulista, hoje comandado pelo também português Vítor Pereira, foi gerada uma disputa com os botafoguenses, que já conversavam com Castro quando os corintianos o procuraram. Questionado sobre o interesse de outras equipes, o técnico preferiu não comentar.

“Em dois anos de Shakhtar, fizemos partidas de Liga dos Campeões e Liga Europa. Nessas partidas, tivemos a felicidade de vencer o Real Madrid, vencemos a Inter de Milão fora de casa. É natural que tenhamos grande visibilidade. Este ano, no Catar, na competição mais importante, acabamos por ganhá-la”, afirmou. “Sobre clubes que estiveram interessados ou não, isso é normal do futebol, não quero comentar em particular qualquer caso”, completou.

Castro também falou sobre a onda de contratações de técnicos portugueses que tomou os times brasileiros nos últimos anos. Além do novo comandante do Botafogo e do corintiano Vítor Pereira, a Série A do Brasileirão tem Paulo Sousa, no Flamengo, e Abel Ferreira, que vem fazendo história no Palmeiras.

“Para mim, não há treinadores portugueses, ingleses, espanhóis ou holandeses. Para mim, há o treinador de futebol. Não tem maior ou menor responsabilidade por um treinador ter feito isso ou aquilo em determinado país. A minha responsabilidade é aquela que eu assumo diariamente, que é ser fiel aos meus princípios. Eu mesmo me pressiono diariamente”, opinou o técnico do Botafogo.

Luís Castro estará nas arquibancadas do Maracanã na tarde deste domingo, quando o Botafogo faz o jogo de volta da semifinal do Campeonato Carioca, contra o Fluminense, após derrota por 1 a 0 na partida de ida. Ao longo da semana, ele comandará os primeiros treinamentos.