Jogo contra o Guarani pode definir futuro de treinador no Ituano

Trabalho de Alberto Valentim começou na reta final do Paulistão e ainda não surtiu efeito

alberto valentim treinador ituano credito miguel schincariol3
Alberto Valentim tem 10 derrotas em 12 jogos no Ituano (Foto: Miguel Schincariol/Ituano)

Itu, SP, 17 (AFI) – O futuro de Alberto Valentim como treinador do Ituano vai passar pelo jogo desta terça-feira, contra o Guarani, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, pela 11ª rodada da Série B do Brasileiro.

Anunciado no fim de fevereiro, com contrato até dezembro de 2025, Alberto Valentim não conseguiu evitar o rebaixamento no Campeonato Paulista e está na penúltima colocação da Série B do Brasileiro. São 10 derrotas e duas vitórias sob seu comando.

NOVIDADE! Futebol Interior agora está nos Canais do WhatsApp. Participe agora!

Para respirar no comando do Ituano, Valentim não poderá contar com dois jogadores considerados titulares. O lateral-direito Léo Duarte e o zagueiro Walber cumprem suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

O sistema defensivo, por sinal, vem tirando o sono do treinador rubro-negro. Com 22 gols sofridos em 10 partidas, o Ituano tem a pior defesa da Série B.

“Se tem acontecido gols e está acontecendo com uma frequência grande, é porque existem falhas sim. Falhas individuais e coletivas. Temos que corrigir. Existe essa cobrança muito forte aqui dentro. Eu cobro dos jogadores porque sei que eles podem fazer melhor. Temos espaço curto para o próximo jogo. Não haverá tempo para treinar. Temos que corrigir, não através da conversa, mas também com o vídeo”, destacou Valentim.

A provável escalação do Ituano é: Jefferson Paulino; Léo Oliveira, Claudinho, Marcel e Eduardo Diniz; Rodrigo (José Aldo), Miqueias e Yann Rollim; Vinícius Paiva, Tonny Anderson e Leozinho.

Confira também: