Após estreia, Bryan Ruiz diz precisar de ritmo e espera ajudar mais o Santos

O jogador participou do empate por 1 a 1 com o Ceará, mas teve atuação discreta

por Agência Estado

Santos, SP, 09 (AFI) - O empate por 1 a 1 com o Ceará, quarta-feira, no Estádio Presidente Vargas, marcou a estreia de Bryan Ruiz pelo Santos. O meia costarriquenho entrou no intervalo da partida, antecipada da 20ª rodada do Campeonato Brasileiro, em substituição a Diego Pituca e teve atuação apagada. Ainda assim, celebrou o início oficial da sua passagem pelo clube e o empate arrancado nos minutos finais, com o gol marcado por Jean Mota.

"Primeiro, quero dizer que estou muito feliz pela minha estreia e porque a equipe lutou até o final e espero ajudar mais. Foram duas semanas de trabalho muito forte, estou muito contente com a estreia, mas tenho que ganhar ritmo de jogo para ajudar a equipe", afirmou Bryan Ruiz, em entrevista ao Santos TV, o canal de vídeos do clube no YouTube.

Com o Santos sendo sufocado pelo Ceará, Cuca acionou Ruiz no intervalo, para tornar o time mais ofensivo. Mas o jogador da seleção da Costa Rica teve desempenho apagado, mostrando falta de ritmo de jogo - não atuava desde a Copa do Mundo da Rússia -, além de ter exibido pouca criatividade.

Ruiz agora espera conquistar seu espaço no Santos com a sequência de jogos da equipe, que tem nove compromissos agendados para agosto, a ajudando a superar o atual momento complicado, sem vitórias desde a retomada as competições. "O treinador disse que vai precisar de todos, então todos precisam estar preparados para ajudar. Da minha parte, vou fazer tudo o que for possível para ajudar a equipe a fazer o melhor nessa maratona de jogos", disse.

O empate com o Ceará deixou o Santos com 18 pontos somados em 17 rodadas, em 15º lugar no Brasileirão. O time voltará a jogar no domingo, quando vai encarar o Atlético Mineiro, no Independência, pela 18ª rodada.

 
 
" />