Série B: Brigatti pede pés no chão na Ponte, mas avisa: "Vai chegar forte"

A Macaca assumiu provisoriamente a liderança do campeonato com a vitória sobre o Avaí em Florianópolis

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 12 (AFI) - A Ponte Preta assumiu, mesmo que provisoriamente, a liderança do Campeonato Brasileiro da Série B com a vitória sobre o Avaí, por 1 a 0, na última sexta-feira, em Florianópolis.

O técnico João Brigatti pediu pés no chão apesar da campanha de destaque até aqui, mas voltou a enaltecer o elenco e mandou um aviso: a Ponte Preta vai chegar forte na briga pelo acesso.

"O nosso pensamento e objetivo é levar a Ponte Preta à primeira divisão, só que jogo a jogo, temos que ter os pé no chão, não deixar nada escapar de nós. Você pode ter certeza que essa equipe vai chegar forte", afirmou o treinador.

O técnico João Brigatti pediu pés no chão na Ponte Preta (Foto: Álvaro Júnior/Ponte Press)
O técnico João Brigatti pediu pés no chão na Ponte Preta (Foto: Álvaro Júnior/Ponte Press)
PONTOS POSITIVOS

João Brigatti destacou também a atuação do sistema defensivo, que chegou ao segundo jogo seguido sem ser vazado. Essa era um dos problemas da Ponte Preta, que ainda tem uma das defesas mais vazadas do campeonato, com dez gols em nove partidas.

"Na verdade, estamos sempre buscando o equilíbrio, precisávamos de um tempo maior para executar isso nos treinamentos. É uma equipe que antes estava sofrendo com a defesa, e hoje conseguimos ajustar, já é a segunda partida que a equipe não toma gols", finalizou Brigatti.

Alguns jogadores foram elogiados individualmente pelo treinador após a partida na Ressacada, como o volante Dawhan - principal novidade no time titular na vaga de Neto Moura - e o meia João Paulo - vice-artilheiro da Série B, com seis gols.

NOVO FOCO

Agora a Ponte Preta volta suas atenções para a Copa do Brasil. Na quarta-feira, a Macaca recebe o América-MG, no Moisés Lucarelli, no jogo de ida da quarta fase. A volta, em Belo Horizonte, acontece no dia 22 de setembro.