União Barbarense 3 x 2 Flamengo - Leão faz mais uma vítima!

por Agência Futebol Interior

Santa Barbara d’Oeste, SP, 27 (AFI) – O União Barbarense segue crescendo de produção no Campeonato Paulista da Série A2 e neste sábado venceu o Flamengo, por 3 a 2, no Estádio Antônio Lins Ribeiro Guimarães, pela 12ª rodada. O time visitante terminou a partida com nove jogadores, após as expulsões de Erick e André Bocão.

Confira:
Série A2: União São João pode sacramentar classificação à 2ª fase

Com esse resultado, o Leão da Treze chegou aos 17 pontos e assumiu a nona colocação, ficando muito próximo do G8. A diferença é de apenas um ponto. Já o Menguinho segue na zona de rebaixamento, em 18ª lugar, com apenas nove pontos.

Atraso e muita emoção!
A partida começou com 20 minutos de atraso, já que não tinha um desfibrilador na ambulância dentro do Estádio Antonio Lins Ribeiro Guimarães e por isso o árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza não autorizou o início do confronto.

Após o apito do árbitro, o jogo começou bastante movimentado e o Flamengo perdeu a primeira chance aos 11 minutos. Erick recebeu passe e arriscou de fora da área, mas a bola explodiu no travessão de Gabriel. Porém, quem abriu o placar foi o Leão da Treze, no minuto seguinte. Alisson bateu de longa distância e acertou um lindo chute, sem chances para o goleiro adversário.

Mas o empate aconteceu aos 24 minutos. Após bola levantada na área, o zagueiro Andrezão foi derrubado por Alisson e o árbitro assinalou pênalti. Ronaldo acertou o primeiro, mas o árbitro mandou voltar alegando invasão. Na segunda tentativa, o beque apenas tirou do goleiro adversário e deixou tudo igual. O Leão da Treze chegou com perigo na sequência, em cabeçada de Luciano Gigante, mas o goleiro Paulão fez grande defesa.

Aos 38 minutos, Erick, o melhor em campo com a camisa do Flamengo, fez falta grave e foi expulso. Com um a mais, o União Barbarense foi para cima e quase fez o segundo aos 44 minutos. Danilinho cobrou falta com muito perigo e o goleiro Paulão apenas observou.

Leão conquista bom resultado
Com um a mais, o Leão da Treze iniciou a segunda etapa em cima do adversário e criou uma grande chance antes de fazer o segundo. Aos cinco, Luciano Gigante tocou para Thiaguinho, que na frente do goleiro bateu por cima. Porém, seis minutos depois não teve jeito. Danilinho invadiu a área e foi derrubado por Matheus. O árbitro assinalou pênalti, convertido por Luciano Gigante.

Aos 17 minutos, a zaga alvinegra falhou e a bola sobrou para Clayton, que bateu por cima do gol. Na sequência, Thiaguinho passou para Fred, que driblou o zagueiro Andrezão e tocou na saída do goleiro adversário, fazendo o terceiro dos donos da casa.

O Menguinho ficou com nove jogadores em campo, após a expulsão de André Bocão e ficou ainda mais distante de conseguir pelo menos um empate. Aos 35 minutos, Fábio Duarte bateu forte e Marquinhos salvou o quarto do Leão. O Mneguinho diminuiu o placar aos 42 minutos, com o atacante Clayton, que recebeu passe de Ronaldo e tocou na saída do goleiro. Antes, Andrezão havia acertado a trave em uma cabeceada.

Próximos jogos
Os dois times voltam a campo na próxima quarta-feira, pela 13ª rodada do Campeonato Paulista da Série A2. O União Barbarense segue jogando em casa e recebe o Catanduvense, às 20 horas. Já o Flamengo enfrenta o Guaratinguetá, às 15 horas, em Guarulhos.

Ficha Técnica

União Barbarense 3 x 2 Flamengo

Local: Estádio Antonio Lins Guimarães, em Santa Bárbara D´Oeste
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza
Cartões Amarelos: André Silva e Renan (União Barbarense); Andrezão e Marquinhos (Flamengo)
Cartão Vermelho: Erick E André Bocão (Flamengo)
Gols: Alisson aos 12’/1T, Luciano Gigante aos 11’/2T e Fred aos 21’/2T (União Barbarense); Ronaldo aos 24’/1T e Clayton aos 42’/2T (Flamengo)

União Barbarense
Gabriel; Alex (Thiaguinho), Dú Lopes, Renan e Fred; Claudio Britto (Fabio Duarte), André Silva (Silas), Vitor e Danilinho; Allisson e Luciano Gigante.
Técnico: Paulo Roberto

Flamengo
Paulão; Paulo Magno (Roberto Dias), Andrezão, Ronaldo e Willian; Marquinhos, Rodrigo Lopes, Felipe Piovesan (Matheus) e André Bocão; Clayton e Erick
Técnico: Lucho Nizzo