Maranhense: Paulinho Kobayashi entra em acordo e deixa comando do Imperatriz

Informação é exclusiva do Grande Área (www.grandearea.com.br), site parceiro do Portal Futebol Interior

por Agência Futebol Interior

Imperatriz, MA, 05 (AFI) - O técnico Paulinho Kobayashi (foto) chegou a um acordo com a diretoria e deixou o comando do Imperatriz nesta segunda-feira, dois dias após a derrota para o São José, por 2 a 1, no Estádio Frei Epifânio, pela terceira rodada do Campeonato Maranhense. A informação é exclusiva do Grande Área (www.grandearea.com.br), site parceiro do Portal Futebol Interior.

Apesar do tropeço no fim de semana, o Cavalo de Aço fechou a rodada na zona de classificação e a um ponto do líder. O Imperatriz acumula quatro pontos, enquanto o Moto Club tem cinco. O clube do interior, já sem Paulinho Kobayashi, voltará a campo apenas em 17 de fevereiro, às 20h30 (horário de Brasília), quando receberá o Sampaio Corrêa, em Imperatriz, pela quarta rodada.

"Tivemos uma reunião nesta segunda-feira e chegamos a um acordo. Acho que foi melhor para todos. Um projeto no futebol é preciso que todos estejam com o mesmo pensamento. Mas mesmo assim, mantenho meu respeito pelo clube e deixo as portas abertas. Ficarei na torcida pelo Imperatriz", comentou o treinador ao GA.

Mais de Paulinho Kobayashi:
Recentemente, ele recebeu a Licença PRO da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) Academy. O curso é para o profissional que atua ou deseja atuar no futebol, em equipes profissionais, na condição de treinador, para uma prática competente e atualizada cientificamente.

Segundo a CBF Academy, o curso para a Licença PRO serve tem "370 horas, sendo 260 horas de disciplinas teóricas e práticas de conteúdo específico, 50 horas de Estudos Especiais com Tutoria e 60 horas de Acompanhamento e Observação do Treinamento".

A trajetória de Paulinho Kobayashi como técnico teve início em 2010 na Portuguesa Santista, após ser auxiliar de Alexandro Gallo, no ano anterior, no Bahia. Na sequência, Kobayashi dirigiu outros clubes paulistas: Francana, Taquaritinga, Jabaquara e Santacruzense, retornando à Briosa em 2013.

Em 2014, Kobayashi comandou o Villa Nova no Campeonato Mineiro e, no segundo semestre, voltou a São Paulo para assumir o São Bernardo. Em 2015, o ex-atacante trabalhou no Penapolense, permanecendo até o início da temporada seguinte.

Em 2016, o treinador dedicou-se ao aprimoramento profissional, participando de dois módulos do curso oficial da Confederação Brasileira de Futebol. No final do ano, foi anunciado pelo São José de Ribamar.

Em março de 2017, Kobayashi acertou sua transferência para o Altos, sendo decisivo na conquista do Campeonato Piauiense, primeiro título da história do clube, e que lhe garantiu também vagas nas copas do Brasil e do Nordeste de 2018.