Luiz Roberto Saviani Rey lança livro de goleada bugrina em cima do Santos de Pelé

Romance, baseado em realidade, conta história de atropelo do Guarani sobre o Peixe, no Campeonato Paulista de 1964

por Lucas Rossafa

Campinas, SP, 12 (AFI) - Luiz Roberto Saviani Rey, renomado jornalista de Campinas, lança nesta quarta-feira, no Macaxeira, a partir das 19h, mais uma obra para sua vasta coleção: 'Guarani em Noite de Gala'.

O romance, fundamentalmente ficção calcada em realidade, narra, inicialmente, episódios socioeconômicos de Campinas e situações circunstanciais, críticas e hilárias, envolvendo o personagem fio-condutor. Além disso, descreve, mais ao final, o trágico primeiro turno vivido pelo Guarani, cuja campanha foi desastrosa, e sua assombrosa recuperação, com vitórias retumbantes.

Em especial, conta os elementos mágicos daquela noite calorenta e estrepitosa para a torcida do Guarani, marcada por goleada em cima do Santos, então orquestrado pelo Rei Pelé.

DETALHES

No distante e longínquo ano de 1964, na fase áurea do futebol brasileiro, entre as conquistas das Copas de 1958, 1962 e 1970, uma equipe brasileira se destacou mundialmente em paralelo, constituindo, à época, o melhor time do planeta: o Santos Futebol Clube, de Pelé, Coutinho & Cia.

Bicampeão mundial em 1962 e 1963, o clube da Baixada enfrentou, porém, um de seus mais dificultosos compromissos em Campinas, sofrendo derrota por 5 a 1 para o Guarani, em 18 de novembro de 1964, quase ao término do Campeonato Paulista.

Com lançamento previsto para 12 de junho, romance é composto por quase 200 páginas
Com lançamento previsto para 12 de junho, romance é composto por quase 200 páginas

A cidade, na ocasião, vivia a transição para a metropolização, mas era pequena e pacata. O Bugre, por sua vez, tinha a característica e o perfil de clube interiorano, sem grandes arroubos. Mas, naquela data, em escalação com seis jogadores do quadro juvenil, recém incorporados ao plantel principal, o Alviverde deixou sua torcida estupefata e feliz.

Um público de mais de 25 mil pessoas compareceu ao Estádio Brinco de Ouro da Princesa para vibrar com as jogadas e os gols de Joãozinho, Nelsinho, Babá e Carlinhos, na faixa dos 17 anos, integrados a um time sólido. A vitória e a trajetória no segundo turno salvaram o clube do rebaixamento e o colocaram em 6º lugar.

QUEM É?

Luiz Roberto Saviani Rey é jornalista, escritor e professor de Jornalismo. Graduou-se em 1967 ao tempo em que já atuava como repórter especialista em Política pelo jornal campineiro Diário do Povo, no qual exerceu as funções de repórter, editor e colunista político.

Em 1981, transferiu-se para o Correio Popular, também de Campinas, onde organizou a cobertura política e criou - e assinou - a conhecida coluna Xeque-Mate. Trabalhou durante dois anos como correspondente do jornal O Globo, associado à sucursal paulistana.

Foi repórter e editor da Folha de S.Paulo entre 1981 e 1992, tendo participado da implantação do projeto dos cadernos regionais do veículo, sendo o editor da Folha Campinas.

Luiz Roberto Saviani Rey lança obra de goleada histórica do Guarani em cima do Santos
Luiz Roberto Saviani Rey lança obra de goleada histórica do Guarani em cima do Santos

Ele ainda incorporou o corpo de profissionais em emissoras de rádio, como a Central de Campinas e a Cultura-Jovem Pan. Foi professor de Jornalismo por 38 anos, tendo especialização em Teorias de Comunicação e Mestrado em Comunicação pela Faculdade Cásper Líbero, de São Paulo.

Saviani, como é popularmente conhecido, é ainda autor dos livros: "O Retiro Antes da Laguna - Taumay em Campinas"; "O Menino Herói da Guerra Paulista - O bombardeio de Campinas", "A maldição dos eternos domingos sem derby" e "A crônica é jornalística e brasileira".

CURIOSIDADES

Composto por 176 páginas, 'Guarani em Noite de Gala' representar, em sua capa, folhas de um jornal à época no país, um elemento de valorização histórico.

"A história da retumbante vitória do Guarani sobre o Santos sempre esteve na minha cabeça desde os tempos em que ingressei no jornalismo, assim como todos os históricos que já transformei em livros. A careira, o dia-a-dia, a correria nos meus tempos de redação impediram-me de pensar. Fui escrevendo e armazenando ao longo de duas décadas, até que resolvi dar o texto final", comentou o autor.

"Acreditava ser relevante à história do futebol romântico de Campinas. Escrevi várias crônicas sobre o evento quando atuava em jornais. Então decidi, há dois anos, torná-la livro. Foram dois meses recordando e levantando dados e mais 30 dias de redação", completou Saviani.

MAIS INFORMAÇÕES

Data: 12 de junho (quarta-feira)

Horário: a partir das 19h

Local: Macaxeira Campinas, Rua Maria Monteiro, 292, Cambuí