Com vaga na Libertadores, Coelho se despede do Corinthians: 'Missão cumprida'

Interino conquistou três vitórias, dois empates e perdeu três vezes no comando da equipe

por Agência Estado

São Paulo, SP, 08 (AFI) - O técnico interino do Corinthians, Dyego Coelho, se despediu da função após a derrota para o Fluminense por 2 a 1, neste domingo, na Arena Corinthians, em São Paulo, pela 38.ª e última rodada do Campeonato Brasileiro. Na temporada de 2020, o time será comandado por Tiago Nunes, que estava no Athletico-PR e foi contratado há cerca de um mês.

Em oito partidas no comando do Corinthians, o interino conquistou três vitórias (Fortaleza, Avaí e Ceará), dois empates (Palmeiras e Internacional) e perdeu três vezes (Botafogo, Atlético-MG e Fluminense).

Coelho vai dirigir o Timão na Copinha Foto: Rodrigo Gazzanel / Agência Corinthians
Coelho vai dirigir o Timão na Copinha Foto: Rodrigo Gazzanel / Agência Corinthians

OBJETIVO ALCANÇADO
Coelho disse que seu objetivo no comando do Corinthians foi alcançado: classificar o time para a Copa Libertadores, ainda que nas fases preliminares. A partir do ano que vem, ele volta a comandar as categorias de base do clube.

"O intuito era esse, de classificar para a Libertadores. A gente sabe que é pouco para o Corinthians. É um sentimento de missão cumprida realmente. Estava difícil, mas fizemos com que eles mudassem o comportamento, que jogassem. Missão cumprida. Estou muito feliz, aprendi demais aqui dentro", afirmou Dyego Coelho.

"Eu vou para a Copinha (Copa São Paulo de Futebol Júnior). Agora é com outro treinador", despediu-se.

RECADO AO NOVO TREINADOR
Coelho afirmou que o novo treinador, Tiago Nunes, não deve aproveitar parte do seu trabalho neste final de temporada.

"Não vou passar nada (para o Tiago Nunes). É outro trabalho, começando do zero. Posso desejar sorte a ele porque vai ter um respaldo muito grande da diretoria e dos jogadores. Espero que faça um grande trabalho. É isso que a gente torce", completou.